Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

11/12/2017 11h57

Aprovado relatório sobre uso de medicamento experimental para tratamento de doenças graves ou raras

Para falar sobre o assunto, o Com a Palavra convidou a deputada Leandre (PV-PR). Ouça a entrevista completa

Esteve Com a Palavra nesta segunda-feira a deputada Leandre, do PV do Paraná. A parlamentar foi relatora da subcomissão especial que analisou o uso de remédios experimentais para o tratamento de doenças graves ou raras. O colegiado aprovou recentemente relatório sobre o tema.

O texto autoriza a incorporação de medicamentos não listados no Sistema Único de Saúde (SUS), se for confirmada sua eficácia clínica no tratamento de doenças raras, como a melhoria do bem-estar e o alívio das dores do paciente. Também estabelece que a Anvisa vai ter processo simplificado para registro desses fármacos.

A deputada Leandre defende que o Tribunal de Contas da União faça auditorias administrativas para evitar fraudes na aquisição dos remédios raros e verifique os verdadeiros motivos das dificuldades de acesso aos medicamentos. Além disso, a deputada defende que a incorporação dos medicamentos raros pelo SUS, não seja feita pelo preço, como é hoje, mas pela qualidade do produto.

Apresentação - Edson Junior e Elisabel Ferriche