Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

04/12/2017 11h54

TCU encontra indícios de irregularidades graves em obras públicas listadas no Orçamento de 2017

Para discutir esse tema, o Com a Palavra convidou o senador Hélio José (Pros-DF), coordenador do Comitê de Avaliação das Informações sobre Obras e Serviços com Indícios de Irregularidades Graves (COI), da Comissão Mista de Orçamento

O Com a Palavra entrevistou o senador Hélio José, do Pros, do Distrito Federal. O parlamentar é coordenador do Comitê de Avaliação das Informações sobre Obras e Serviços com Indícios de Irregularidades Graves (COI), da Comissão Mista de Orçamento.

Semana passada, o colegiado realizou três audiências públicas para debater o tema. Durante as audiências, o TCU apresentou relatório onde mostra "indícios de irregularidades graves" em 94 das 126 obras auditadas pela corte entre agosto de 2015 e setembro de 2016, o que corresponde a 74,6% do total.

Entre os problemas encontrados pelo TCU nessas obras estão sobrepreço; superfaturamento; projetos básicos e executivos deficientes; e restrição de competitividade durante as licitações. Os empreendimentos somam quase R$ 35 bilhões.

Entre as sugestões que a comissão deverá apresentar estão corrigir os erros apontados, punir os gestores responsáveis, melhorar a fiscalização e retomar as obras possíveis.

Ouça a entrevista completa.

Apresentação - Edson Junior e Elisabel Ferriche