Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

21/11/2017 11h47

Deputada avalia importância dos “16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher”

Soraya Santos (PMDB-RJ) é coordenadora da bancada feminina e esteve Com a Palavra para falar sobre a mobilização mundial, que ocorre entre os dias 25/11 e 10/12 em 160 países

A deputada Soraya Santos, do PMDB do Rio de Janeiro, é coordenadora da bancada feminina e esteve Com a Palavra para falar sobre a campanha “16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher”, cuja abertura oficial, na Câmara, será nesta terça-feira.

A campanha "16 dias de ativismo" começou em 1991 e, atualmente, cerca de 160 países participam dessa mobilização mundial. O Brasil aderiu à campanha a partir de 2003.

A mobilização mundial acontece entre os dias 25 de novembro (Dia Internacional da Não Violência contra a Mulher) e 10 de dezembro (Dia Internacional dos Direitos Humanos)

Para a deputada Soraya Santos, a campanha vai contribuir para que o Parlamento e a sociedade possam refletir sobre a violência contra a mulher que, no Brasil, vitima 1,2 milhão de mulheres todos os anos, apesar do país ter uma legislação avançada.

Junto com a bancada feminina, a deputada Soraya Santos pretende conversar com o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia, para fazer uma sessão exclusiva para votação de projetos de interesse das mulheres, como o que cria o fundo de combate à violência contra a mulher, o projeto de lei que tipifica o estupro coletivo e o assédio moral, além dos crimes contra a mulher na internet.

Confira a íntegra da entrevista.

Apresentação - Edson Junior e Elisabel Ferriche
Entrevista - Lincon Macário