Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

27/10/2017 12h14

Relator comenta proposta que proíbe venda de seguros privados por associações e cooperativas

O produto, muitas vezes, chega a ser 70% mais barato do que um seguro automotivo tradicional. Ouça a entrevista do deputado Vinicius Carvalho (PRB-SP) sobre o tema

Em tempos de crise econômica e diante do aumento de roubos de carros, cresce a procura pelos serviços de proteção veicular oferecidos por associações e cooperativas. O produto, muitas vezes, chega a ser 70% mais barato do que um seguro automotivo tradicional.

A venda de seguros no Brasil é regulamentada pela Superintendência de Seguros Privados, a autarquia federal que autoriza, controla e fiscaliza a venda de seguros no país. Mas esse mercado paralelo de seguro de veículos tem sido alvo de questionamentos dentro e fora do Congresso Nacional.

Na última terça-feira, o Com a Palavra trouxe o tema para o debate, entrevistando o deputado João Campos, do PRB de Goiás, sobre o projeto de lei que proíbe a venda de seguros privados por associações e cooperativas. Nesta edição, quem comenta o assunto é o relator da proposta na comissão especial, deputado Vinicius Carvalho, do PRB paulista.

Na entrevista, o deputado destacou a importância de se regulamentar o serviço de proteção veicular que é oferecido por associações e cooperativas, para proteger o consumidor dos maus negócios. Para o deputado, caberá ao órgão regulador garantir os interesses dos consumidores para atender à demanda dos sinistros. Vinicius Carvalho também disse que não vai apresentar seu relatório em novembro, conforme estava previsto, para que o assunto seja melhor discutido.

Apresentação - Edson Junior e Elisabel Ferriche