Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

23/10/2017 10h50

Novo estudo da Consultoria Legislativa analisa rodadas de licitações previstas para a exploração do pré-sal

Em participação no programa Com a Palavra, o autor do trabalho, o consultor Paulo César Ribeiro, apresentou os principais pontos do estudo. Ouça a entrevista

A produção brasileira de petróleo no mês de setembro atingiu 2,17 milhões de barris por dia. O resultado, divulgado pela Petrobras nesta semana, mostrou que, desse total, quase 1,7 milhão de barris foram extraídos de águas profundas, da chamada camada do pré-sal. Esse aumento na produção brasileira trouxe otimismo para o setor de petróleo no Brasil.

Nesta edição, o Com a Palavra mergulha em um novo estudo da Consultoria Legislativa da Câmara, que trata do mercado de exploração de petróleo na valiosa camada do pré-sal, com foco nas licitações previstas. Em entrevista ao programa, o autor do trabalho, o consultor Paulo César Ribeiro, apresentou os principais pontos do levantamento.

A publicação já está disponível na Biblioteca Digital da Casa e mostra que as licitações referentes aos campos de exploração de petróleo não têm trazido o resultado esperado pelo Estado, devido ao baixo retorno do excedente de óleo previsto na licitação – o mais baixo do mundo, segundo Paulo César Ribeiro.

O consultor disse estar pessimista em relação ao próximo leilão, marcado para o dia 27 de outubro, com a mais aguardada oferta de campos de exploração de petróleo e gás no mundo. Mas acredita que essas duas rodadas de licitações vão acirrar grande concorrência, o que não quer dizer que seja bom para o Brasil, pela baixa participação governamental. Paulo César Ribeiro também falou sobre a Operação Lava Jato, da Polícia Federal, que, segundo ele, teve o mérito de acabar com a corrupção, punindo os gestores, mas não foi capaz de preservar as empresas.

Ouça o áudio completo da entrevista.

Apresentação - Edson Junior e Elisabel Ferriche