Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

19/10/2017 12h47

Comissão discute obrigatoriedade de planos de saúde reembolsarem o SUS por atendimentos

O pagamento se refere a pacientes que utilizam a rede pública para atendimentos que estão previstos na cobertura dos planos de saúde. O deputado João Paulo Kleinubing (PSD-SC) comenta o tema

A obrigatoriedade de planos de saúde reembolsarem o Sistema Único de Saúde por atendimentos é tema de audiência pública, nesta quinta-feira, na Comissão de Seguridade Social.

Um dos parlamentares que está à frente do debate, o deputado João Paulo Kleinubing, do PSD de Santa Catarina, esteve Com a Palavra para falar sobre o tema. O deputado já foi secretário de Saúde de Santa Catarina.

Na entrevista, o deputado mencionou dados da Agência Nacional De Saúde, segundo os quais as operadoras de planos de saúde deixaram de pagar 51% dos recursos que, por lei, deveriam ser ressarcidos ao Sistema Único de Saúde. O pagamento se refere a pacientes que utilizam a rede pública para atendimentos que estão previstos na cobertura dos planos de saúde.

Desde de 2001, foram notificados mais de 3 milhões de atendimentos na rede pública a usuários de planos de saúde. O valor equivaleria a R$ 5,5 bilhões. Para evitar tantos prejuízos ao SUS, a audiência pública vai discutir um sistema mais eficiente de cobrança e fiscalização, além de evitar a judicialização.

Apresentação - Edson Junior e Elisabel Ferriche