19/06/2017 12h35

Estudo analisa aproveitamento dos oceanos para produção de eletricidade no Brasil

Em entrevista ao Com a Palavra, Rodrigo Limp, autor do estudo e consultor da Câmara na área de Recursos Minerais, Hídricos e Energéticos, apresenta detalhes da pesquisa

Nas últimas décadas, mudanças climáticas provocadas pelas emissões de gases de efeito estufa apontam uma crise ambiental em escala planetária sem precedentes.

Dentro desse contexto internacional, a busca por fontes de energias renováveis tem sido objeto de intensos debates e ocupado cada vez mais espaço na agenda dos governantes.

Especialistas de várias partes do mundo e, também, no Brasil, têm se debruçado em busca de saídas para o desenvolvimento de um modelo energético baseado em energias limpas e renováveis. Uma delas é a energia dos oceanos, que é alvo de estudo do consultor legislativo da Câmara na área de Recursos Minerais, Hídricos e Energéticos, Rodrigo Limp, que esteve Com a Palavra nesta segunda-feira.

Segundo ele, o Brasil tem grande potencial para maremotriz, em especial no Amapá e Maranhão, que possuem grande variação de marés. Rodrigo Limp afirma, ainda, que o país possui elevado potencial de geração de energia a partir dos oceanos, o que pode ser uma alternativa complementar para reduzir os efeitos da crise energética. A principal vantagem, segundo o consultor, é a previsibilidade. E, embora haja impactos ambientais e sociais, como a influência na pesca, ainda assim a maremotriz é uma alternativa que não pode ser menosprezada, afirma Rodrigo Limp.

Saiba mais no áudio completo da entrevista.

Apresentação – Elisabel Ferriche e Lincoln Macário