Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

04/05/2017 12h42

Presidente da Comissão da Reforma da Previdência comenta aprovação da proposta

Texto foi aprovado por 23 votos a 14, mas, após invasão do plenário da comissão por agentes penitenciários, votação dos destaques foi adiada para a próxima semana

A Comissão Especial da Reforma da Previdência (PEC 287/16) aprovou nesta quarta-feira (3), por 23 votos a 14, o texto-base do relator, deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA). A votação dos destaques, no entanto, foi interrompida após uma invasão de dezenas de agentes penitenciários ao plenário da comissão. Eles reivindicam o benefício de uma aposentaria especial aos 55 anos de idade, como foi concedida aos policiais civis.

Para discutir o tema, o Com a Palavra convidou o presidente da comissão, deputado Carlos Marun, do PMDB do Mato Grosso do Sul. O parlamentar admitiu que a categoria não será incluída na reforma da Previdência; reclamou da violência a que os deputados foram submetidos, obrigados a encerrar a reunião; e afirmou que se reunirá com o Departamento de Polícia da Câmara na próxima semana para discutir novo esquema de segurança na Casa.

Ainda segundo Marun, a votação dos destaques à proposta poderá ser concluída na próxima terça-feira (9).

Ouça o áudio completo da entrevista.

Apresentação – Elisabel Ferriche e Lincoln Macário