Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

24/11/2014 10h52

Instituto Sou da Paz é contra flexibilização do Estatuto do Desarmamento

Em entrevista ao Com a Palavra... o coordenador de Sistemas de Justiça e Segurança Pública do Instituto Sou da Paz, Bruno Langeani, afirma que a flexibilização poderá aumentar o número de homicídios no País.

Desarmamento1
Armas de fogo são responsáveis por 71% dos assassinatos no Brasil, diz Instituto Sou da Paz

Nesta quarta-feira (26), será realizada uma audiência pública para debater a proposta da comissão especial que analisa o projeto que cria novas regras para a aquisição e a circulação de armas de fogo no Brasil (PL 3722/12).

A iniciativa é do deputado Rogério Peninha Mendonça (PMDB-SC). O projeto define as condições para a compra, como ter no mínimo 21 anos; apresentar documento de identidade, CPF e comprovante de residência; ter atividade legal e não ter antecedentes criminais ou ser investigado pela polícia por qualquer crime.

Para repercutir o projeto, que vai facilitar a venda de armas no Brasil, o coordenador de Sistemas de Justiça e Segurança Pública do Instituto Sou da Paz, Bruno Langeani, esteve Com a Palavra... nesta segunda-feira.

Segundo ele, a flexibilização das regras do porte de armas poderá aumentar o número de mortes por armas de fogo. Dos 53 mil assassinatos no Brasil, em 2013, 71% dos casos foram por arma de fogo. 

Apresentação – Elisabel Ferriche e Sérgio Duarte



Comentários

Raí Ribeiro | 27/11/2014 00h33
rsrsrsrs Então vai lá dar uma chance pra bandido e da a tua arma ao governo......e a campanha para os bandido? Esses sim precisam ser desarmado!! Caiu nada..... Foram os argumentos infundados que caíram por terra!!
deraldo patricio das virgens | 24/11/2014 22h53
a maioria das armas apreendidas pela POLICIA são de calibre RESTRITO.. pistola .40, 45, 9mm, 762, 556 e etc... como seria posivel elas ter sido roubadas de um cidadão?
marcus moreno neves | 24/11/2014 22h02
ONG de bandidos, vive defendendo marginais e ainda é financiada pelo governo e entidades internacionais. Provável que tenha rabo preso com o tráfico