Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

10/08/2017 - 08h25 Atualizado em 10/08/2017 - 08h51

Viação e Transportes debate problemas em trecho da BR-040 em Goiás

A Comissão de Viação e Transportes realiza audiência pública nesta manhã para discutir problemas na iluminação pública e outras benfeitorias na rodovia BR-040, no trecho entre Valparaíso de Goiás e Luziânia, em Goiás. O trecho é administrado pela Concessionária BR 040 S.A. (Via 040), controlada pela empresa Invepar-Investimentos e Participações em Infraestrutura S.A.

Segundo o deputado Roberto Balestra (PP-GO), que propôs o debate, o sistema de iluminação encontra-se desativado, causando inúmeros e graves acidentes. “Com a concessão, imaginava-se novo e favorável cenário, com implementação de melhorias e benfeitorias relacionadas a pavimento, sinalização, segurança viária, entre outras. No entanto, no tocante à iluminação pública, a situação piorou”, disse.

“Além da questão da iluminação, outros pontos vêm comprometendo a segurança de motoristas, passageiros e pedestres que transitam pela rodovia. Falamos de intervenções de responsabilidade da concessionária que não estão sendo implementadas, como a construção de passarelas para travessia de pedestres, de abrigos para parada de ônibus, de retornos e a instalação de defensas”, acrescentou Balestra, destacando que o volume médio de tráfego neste trecho é de 15 mil veículos por dia.

Convidados
Foram convidados para debater o assunto com os parlamentares:
- o superintendente de Exploração de Infraestrutura Rodoviária da Agência Nacional de Transportes Terrestres, Luiz Fernando Castilho;
- o gerente de relacionamento Institucional da Concessionária BR 040 S.A. (Via 040), Frederico José Xavier Oliveira Moutinho de Souza;
- o prefeito de Luziânia (GO), Cristóvão Vaz Tormin;
- o presidente da Câmara Municipal de Luziânia (GO), Murilo Roriz;
- o chefe da Unidade Operacional 01 do Distrito Federal da Polícia Rodoviária Federal, Frederico Lima Cesario; e
- o promotor de Justiça de Luziânia Jefferson Xavier de Souza Rocha.

A audiência ocorrerá no plenário 11, a partir das 10 horas, e poderá ser acompanhada ao vivo pelo WebCamara.

Da Redação - MB

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'