Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

  • Retorne o texto ao tamanho normal
  • Aumente o tamanho do texto
Você está aqui: Página Inicial > Comunicação > Câmara Notícias > Transporte e Trânsito > Projeto reduz exigências para exercício da profissão de instrutor de trânsito
  • Compartilhar no Google+
02/10/2014 - 14h28

Projeto reduz exigências para exercício da profissão de instrutor de trânsito

Gabriela Korossy
Hugo Leal
Hugo Leal considera desmesurada a exigência de que o instrutor tenha habilitação para transporte de passageiros.

A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 7199/14, apresentado pelo deputado Hugo Leal (Pros-RJ), que retira da lei a exigência de o instrutor de trânsito ter um ano de habilitação da categoria D, de transporte de passageiros. Como, segundo o Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97), para obter a carteira D é preciso ter dois anos de carteira B (habilitação para conduzir carros), instrutores são obrigados atualmente a possuir três anos de experiência como motoristas.

A proposta altera a Lei 12.302/10, que regulamenta a profissão de instrutor de trânsito, mas mantém exigência de dois anos de habilitação e curso de direção defensiva. “É desmesurada a obrigação da exigência mínima de um ano de habilitação na categoria D para o instrutor de trânsito ministrar aulas teóricas, tampouco se mostra como um requisito preponderante a justificar um diferencial qualificativo da formação”, afirma o deputado.

Tramitação
A proposta será analisada de forma conclusiva pelas comissões de Viação e Transportes; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:

Reportagem – Marcello Larcher
Edição – Marcos Rossi

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

Gerardo Frota (Instrutor teorico de trânsito) | 04/02/2015 - 23h18
Não tem sentido esta aleração.SED za autescola ensina a cat.D o ingrutr precissa serf habiitado. Não prfecusas de reduzir as exigências para exercício da profissão de instrutor de trânsito.Precsamos de melhorar a qualidade das aulas para a formaçao de motoristas reponsáveis e educados.
Celso Côrtes | 22/10/2014 - 15h21
Parabens, Deputado, HUGO LEAL. Ótimo projeto. Conte conosco sempre !!
Julio Cesar Motta Linhares | 18/10/2014 - 01h17
Atenção Deputado !!!!!! A banalização da vida,a falta de ética na formação dos Instrutores de Trânsito,a falta de compromisso e respeito aos futuros condutores por parte da maioria das auto escolas somados a ridícula avaliação na prova prática do Detran,com certeza são fatos concretos que marginalizam e comprometem a responsabilidade de se formar motoristas realmente capacitados.Vamos nos preocupar com a qualidade dos cursos para termos no mercado Instrutores de Trânsito com mais qualificação e experiência.
  • Câmara Notícias
    Expediente
    Disque-Câmara: 0800 619 619

Mapa do Portal