Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

  • Retorne o texto ao tamanho normal
  • Aumente o tamanho do texto
Você está aqui: Página Inicial > Comunicação > Câmara Notícias > Transporte e Trânsito > Aprovado regime de urgência para projeto que dispensa simulador em autoescola
11/02/2014 - 19h20

Aprovado regime de urgência para projeto que dispensa simulador em autoescola

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (11), por 321 votos a 4, o regime de urgência para o Projeto de Decreto Legislativo 1263/13, do deputado Marcelo Almeida (PMDB-PR), que susta os efeitos da Resolução 444/13, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), a qual determina o uso de simuladores de direção pelas escolas de formação de motoristas. O projeto poderá ser votado na semana que vem.

A obrigatoriedade de aulas práticas em simuladores de direção veicular vale desde dezembro de 2013. Marcelo Almeida afirma, no entanto, que a adoção do equipamento envolve alterações na estrutura física das autoescolas e aumento de custos de operação. Ele ressalta também que os simuladores não tiveram sua eficácia comprovada quanto à redução do número de acidentes de trânsito.

Pela resolução, a prática no simulador deve ter carga horária total de 5 horas, divididas em aulas de 30 minutos, com intervalo de 30 minutos, e ser ministrada após o início da parte teórica e antes da expedição da Licença para Aprendizagem de Direção Veicular.

O líder do DEM, deputado Mendonça Filho (PE), defendeu o fim da obrigatoriedade do uso de simuladores. "É uma resolução que beneficia apenas quatro empresas e onera em 20% o estudante da autoescola", criticou.

Íntegra da proposta:

Reportagem – Eduardo Piovesan
Edição – Pierre Triboli

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

joao | 25/02/2014 - 09h50
CAssio Henrique > Nao sei daonde você tirou que a ULBRA é uma das instituições mais conceituadas no brasil, esqueceu o que aconteceu a 3 anos atrás?? melhor mesmo sem simulador a carteira não para de aumentar o preço.
Ricardo Santos | 21/02/2014 - 23h10
Deputado ta falando bobagem: oJapao adota simuladores em ensino de motociclistas obrigatório desde 1996. Na Finlândia também adota obrigatório pra todas as classes de motoristas .Nos EUA existe recomendação do órgão federal NHTSA para que os estados regulem o uso de simuladores em seus programas de treinamento de novos motoristas. No Reino Unido utilizam de um método audio-visual interativo chamado Hazard Percetion Test pra toda habilitacao. Na Franca os simuladores são usados para cumprir fases 1 e 2 do Plano Nacional de Formação( 4 horas), so pra citar exemplos.
José Roberto Calderelli | 20/02/2014 - 13h32
Noções básicas de trânsito devem começar na escola primária, legislação, primeiros socorros, cidadania e meio ambiente, direção defensiva, para que quando for enfrentar a realidade não tenha surpresas.
  • Câmara Notícias
    Expediente
    Disque-Câmara: 0800 619 619