Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

09/08/2017 - 14h24

Projeto permite formação de condutor por instrutor sem vínculo com auto-escola

Vinicius Loures / Câmara dos Deputados
Audiência pública sobre o novo Bureau de Crédito formado pelos Bancos Bradesco, Banco do Brasil, Santander, Caixa Econômica Federal e Itaú Unibanco. Dep. Severino Ninho (PSB-PE)
Severino Ninho: mais uma alternativa para a atividade de autônomo 

A Câmara analisa o Projeto de Lei 7484/17, do deputado Severino Ninho (PSB-PE), que permite a formação de condutores de veículos automotores por instrutores autônomos, sem vínculo com auto-escolas.

Como consequência dessa permissão, o projeto modifica a inscrição obrigatória dos automóveis de aprendizagem, trocando a “auto-escola” por “aprendizagem”.

O deputado justifica sua proposta citando o grande número de desempregados existentes hoje no Brasil – cerca de 13 milhões. “Frente à escassez de empregos, muitos têm se lançado ao empreendedorismo e atividades autônomas”, afirmou Ninho, argumentando que essa atividade seria uma alternativa a mais para os desempregados que querem se tornar autônomos.

Conforme a proposta, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) regulamentará o credenciamento para prestação de serviço por instrutores-autônomos, pelas auto-escolas e outras entidades destinadas à formação de condutores e às exigências necessárias para o exercício das atividades de instrutor e examinador.

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Viação e Transportes; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:

Reportagem – Wilson Silveira
Edição - Rosalva Nunes

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'