Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

  • Retorne o texto ao tamanho normal
  • Aumente o tamanho do texto
Você está aqui: Página Inicial > Comunicação > Câmara Notícias > Trabalho e Previdência > Projeto reajusta valor dos cargos em comissão do Judiciário
02/10/2013 - 10h04

Projeto reajusta valor dos cargos em comissão do Judiciário

O Projeto de Lei 5426/13, do Supremo Tribunal Federal (STF), reajusta o valor dos cargos em comissão dos órgãos do Judiciário da União, denominados CJ.

A proposta é assinada pelos presidentes do STF, Joaquim Barbosa; do Superior Tribunal Eleitoral, Carmen Lúcia; do Superior Tribunal de Justiça, Felix Fischer; do Superior Tribunal da Justiça do Trabalho, Carlos Alberto dos Reis de Paula; do Superior Tribunal Militar, Raymundo Nonato de Cerqueira Filho; e do Tribunal de Justiça do DF e Territórios, Dácio Vieira.

O texto traz os valores previstos para este ano, 2014 e 2015, conforme tabela abaixo.

De acordo com os ministros que assinam o projeto, o último reajuste dos cargos comissionados da Justiça ocorreu em 2006. Eles informam que o impacto orçamentário da medida será de R$ 66.765.771,66 em 2013; R$ 71.787.605,24, em 2014; e de R$ 77.190.407,44 em 2015.

Os representantes dos tribunais superiores afirmam ainda que a proposta não representará despesa significativa no orçamento do Judiciário, “haja vista que o acréscimo de gastos será de apenas 0,2%”.

Tramitação
Em regime de prioridade, o projeto foi encaminhado para análise conclusiva das comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Reportagem – Maria Neves
Edição – Newton Araújo

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

sebastiao | 03/09/2014 - 19h45
O STF, aumentou os próprios salários em mais de 20%. O salário mínimo, foi reajustado em 8,8%. O que, o judiciário tem diferente dos demais brasileiros, para merecer esse privilégio?.
Sebastião | 29/10/2013 - 21h31
Nada mais justo! CJs altamente defasadas e pouco atrativas, para a carga de trabalho dos diretores e assessores! Ademais, há de ser observado que a maioria delas é ocupada por servidores de carreira...
TATIANA FARIA PATU | 10/10/2013 - 08h35
Porque só quem ganha mais, tem reajuste? Porque não propõem reajustar a tabela de FC também? Esse País não muda mesmo!!!
  • Câmara Notícias
    Expediente
    Disque-Câmara: 0800 619 619