Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

20/10/2017 - 20h12

Projeto amplia possibilidade para trabalho voluntário na PM e nos bombeiros

Em análise na Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei 5937/16 permite a jovens que concluírem o serviço militar obrigatório trabalharem como voluntários nas unidades das polícias militares e dos corpos de bombeiros militares ou como agentes comunitários nas áreas geográficas abrangidas pelo Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci).

Leonardo Prado / Câmara dos Deputados
Audiência pública sobre a reforma previdenciária dos militares integrantes das policiais militares e corpos de bombeiros militares e o Fundo de Previdência Militar. Dep. Jô Moraes (PCdoB-MG)
Jô: jovens poderão aplicar conhecimentos adquiridos no serviço militar

A autora da proposta, deputada Jô Moraes (PCdoB-MG), justifica que “todos os anos, milhares de jovens concluem o serviço militar obrigatório e retornam ao mercado de trabalho sem uma possibilidade específica de utilização dos conhecimentos adquiridos da instrução militar e do reforço das noções de cumprimento do dever, responsabilidade e valorização da vida em sociedade”.

A legislação atual permite a prestação voluntária de serviços administrativos e auxiliares de saúde e de defesa civil, na polícia militar e no corpo de bombeiros, por homens, maiores de 18 anos e menores de 23 anos que são dispensados do serviço militar por excederam às necessidades de incorporação das Forças Armadas.

O projeto inclui artigos na Lei nº 10.029/00, que trata da prestação voluntária nas Polícias Militares e nos Corpos de Bombeiros Militares; e na Lei nº 11.530/07, que cria o Pronasci.

Tramitação
A proposta será analisada de forma conclusiva pelas comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:

Reportagem - Emanuelle Brasil
Edição - Geórgia Moraes

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'