Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

09/08/2017 - 14h17

Proposta inclui entre itens de segurança de bancos instalação de películas escuras em vidros externos

Lucio Bernardo Jr. / Câmara dos Deputados
Seminário Internacional sobre a erradicação do trabalho infantil e a reforma previdenciária. Dep. Rômulo Gouveia (PSD-PB)
Rômulo Gouveia: o objetivo da medida é aumentar a segurança de empregados e clientes de instituições bancárias

Proposta em análise na Câmara dos Deputados altera a Lei de Segurança Bancária (Lei 7.102/83) para incluir entre itens de segurança dos bancos a instalação de películas (tipo “fumê”) de controle solar ou adesivos em portas e paredes de vidro voltadas às vias públicas. É o que prevê o Projeto de Lei 6857/17, do deputado Rômulo Gouveia (PSD-PB).

Segundo o autor, o objetivo é aumentar a segurança de empregados e clientes de instituições bancárias. “O projeto pretende impedir ou dificultar a visualização do interior desses estabelecimentos, o que, em conjunto com outras medidas, tornará mais difícil o caminho a ser percorrido por criminosos que pensem em cometer delitos nesses ambientes”, argumentou Gouveia.

Atualmente, a Lei de Segurança Bancária já prevê, como itens de segurança, vigilantes adequadamente preparados; alarme capaz de permitir comunicação entre o estabelecimento financeiro e outro da mesma instituição, empresa de vigilância ou órgão policial mais próximo; entre outros.

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:

Reportagem – Murilo Souza
Edição – Rachel Librelon

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

Rosângela Barbosa Gomes | 10/08/2017 - 13h02
Tais propostas não facilitariam ainda mais a ocorrência de roubos e assaltos já que impediria visualização da rua? Uma viatura de passagem no local conseguiria identificar movimentações estranhas caso haja película? O que pode ser feito é pôr película na proximidade dos terminais eletrônicos que ficam próximos à rua para evitar que visualizem o que se está se fazendo, principalmente em relação a idosos, mas não fechando toda a vidraça, apenas impedindo a visualização do teclado e tela. Aumentar a vigilância, interna e externa, seria mais eficiente, também.
ANDERSON FERRAZ | 10/08/2017 - 07h50
Bom dia Mas tem um detalhe. Se a tentativa ocorrer de dentro da agencia bancaria, o qual vai é facilitar pra bandidagem, pois se ocorrer um roubo dentro da agencia eles terão toda tranquilidade para roubar, pois quem estiver do lado de fora nem vai saber o que esta ocorrendo dentro da agencia. É complicado esta medida. Pensem bem...