Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

12/06/2017 - 13h43

Comissão inclui presídios entre destinatários de recursos voltados à inclusão pelo esporte

Dep. Alexandre Baldy
Baldy: presídios e casas de custódia têm características próximas das já preferenciais comunidades de vulnerabilidade social

A Comissão do Esporte aprovou a destinação prioritária a presídios e a casas de custódia de verbas destinadas a projetos de promoção da inclusão social por meio do esporte. A proposta altera a Lei de Incentivo ao Esporte (Lei 11.438/06), que hoje já prioriza as comunidades socialmente vulneráveis.

A medida está prevista no Projeto de Lei 3899/15, do deputado Celso Jacob (PMDB-RJ), e recebeu parecer pela aprovação do relator, deputado Alexandre Baldy (Pode-GO).

“Não há dúvida do potencial do esporte para a assistência social e à saúde, tampouco de suas possibilidades pedagógicas e educacionais. Além disso, a intenção original da lei não é perdida, pois os presídios e as casas de custódia têm características próximas das já preferenciais comunidades de vulnerabilidade social, sendo também fundamental que ali se apoiem projetos desportivos destinados a promover a inclusão social”, observou Baldy.

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado ainda pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:

Reportagem – Noéli Nobre
Edição – Rachel Librelon

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'