Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

  • Retorne o texto ao tamanho normal
  • Aumente o tamanho do texto
Você está aqui: Página Inicial > Câmara Notícias > Saúde > Projeto amplia atribuições do agente comunitário de saúde
12/09/2012 - 20h49

Projeto amplia atribuições do agente comunitário de saúde

A Câmara analisa o Projeto de Lei 3664/12, do Senado, que inclui entre as atribuições do agente comunitário de saúde a coleta de dados sobre aspectos sociais, econômicos, sanitários e culturais.

Autor da proposta, o então senador Eduardo Amorim (PSC-SE) ressaltou que o agente comunitário goza da confiança da comunidade, podendo ser um excelente porta-voz dos problemas relatados pela população. “Ao atuar como ‘agente de cidadania’, o agente comunitário da saúde amplia a sua participação na vida daquelas famílias, podendo contribuir muito para a melhoria da qualidade de vida”, afirma.

Tramitação
A matéria tramita apensada ao PL 7495/06, do Senado, que cria 5.365 empregos públicos de Agente de Combate às Endemias, no âmbito do Quadro Suplementar de Combate às Endemias da Fundação Nacional de Saúde (Funasa). Ao todo são 20 proposições que estão prontas para votação em Plenário.

Íntegra da proposta:

Reportagem - Oscar Telles
Edição – Regina Céli Assumpção

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

Gilson Pereira | 18/09/2012 - 20h37
A proposta parece boa, mas não resolve o problema. Simplismente por estes apresentarem apenas o ensino médio. O que deveria ser feito é uma proposta onde estes tivessem uma Formação a Nível Superior dentro da area da saúde. Assim, se pode pensar em mais trabalho e no aumento de salário para esta classe. Vale salientar que, são agentes comunitário e não porta-voz das maselas da população, pois nossos gonvernantes já conhecem as necessidades reais da população brasileira.
Claudia | 16/09/2012 - 20h08
È muito fácil,os senhores deputtados fazer projetos com mais atribuições para os acs mas o piso salarial fica só na enrolação,, são quatro anos de luta..
Aneth | 14/09/2012 - 22h00
Devem realmente aumentar o salário dígno da classe e dar condições de melhores trabalho e exigir curso específico para atuar, e concurso. Pois fazem um trabalho realmente muito importante, merecem ser reconhecidos, pois podem ser um porta- voz do governo, economizando muitos outros funcionários em cargos que deveriam fazer algo e não o fazem!
  • Câmara Notícias
    Expediente
    Disque-Câmara: 0800 619 619