01/01/2019 - 14h24

Futuro ministro destaca necessidade de equilíbrio fiscal na gestão Bolsonaro

Autoridades, parlamentares, familiares e futuros ministros do governo Jair Bolsonaro já estão no Plenário da Câmara dos Deputados para acompanhar a posse presidencial.

O futuro ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse que Bolsonaro deve focar seus primeiros atos como presidente da República na reforma administrativa: redução de ministérios, nomeações e definição de chefias.
As primeiras definições do novo governo, segundo Lorenzoni, serão divulgadas a partir do dia 3 de janeiro, quando será realizada a primeira reunião ministerial da gestão Bolsonaro. A prioridade será a redução da burocracia e do deficit fiscal.

“O Brasil precisa encontrar o equilíbrio fiscal: combater o deficit primário, fazer a reforma da Previdência e pensar em uma mudança tributária. Sobre isso, foram aprofundados os estudos na transição e agora passamos à fase de maturação e decisão”, afirmou.

Lorenzoni destacou ainda o caráter festivo da posse. “Hoje é um dia de festa. Somos um grande país, temos a missão de transformá-lo em uma grande nação”, comentou.

Jair Bolsonaro tomará posse como o 38º presidente da República em cerimônia prevista para as 15 horas.

Reportagem – Carol Siqueira
Edição – Marcelo Oliveira

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'