Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

21/06/2018 - 13h53

Mesa recusa retirada do requerimento de criação da CPI da Lava Jato

A Mesa da Câmara rejeitou pedido assinado por 78 deputados que pediam a retirada do requerimento de criação da chamada Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Lava Jato, proposta pelo líder do PT, deputado Paulo Pimenta (RS). Sendo assim, continua valendo o requerimento de criação da CPI, atualmente em análise na Mesa.

Conforme a decisão da Mesa, o pedido dos deputados foi rejeitado por não ter atingido o número mínimo de signatários, que seria 96. Apenas 78 deputados assinaram o pedido de retirada do requerimento de criação da CPI.

Conforme o Regimento Interno da Câmara, para desistir um requerimento, metade mais um dos signatários precisa assinar outro requerimento pedindo a retirada. O requerimento de criação da CPI tem 190 assinaturas, sendo necessárias 96 para a sua retirada.

Os signatários do pedido de retirada (que foi rejeitado) se justificaram dizendo que havia insinuações na imprensa de que o objetivo da CPI seria “enfraquecer, desestruturar ou mesmo acabar com as investigações no âmbito da Operação Lava Jato”. Segundo eles, “não pode a Operação Lava Jato, iniciada no âmbito do Poder Judiciário, ser interrompida por qualquer ato do Legislativo”, por isso.

Íntegra da proposta:

Da Redação/WS

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

Rosa de Lima Barbosa | 11/07/2018 - 17h29
Solicito a todos os deputados que sejam realmente brasileiros e que respeitam a Constituição, que anulem a CPI da Lava Jato. Essa CPI é o maior absurdo! É um escândalo! É um tapa na cara de cada eleitor de vocês,de cada brasileiro.
Daniel de Melo Alem | 10/07/2018 - 16h31
No país da piada pronta, só faltava essa: "Vou investigar quem me investiga". Se bem que é difícil saber quem está com menos moral: Legislativo ou Judiciário. Estamos indo de mal a pior.
Nildes nascimento | 05/07/2018 - 19h36
Eles estão com medo de que ??????