Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

29/05/2018 - 17h34

Maia, Temer e Eunício divulgam nota conclamando caminhoneiros a voltar ao trabalho

Marcos Corrêa/PR
Audiência com o Presidente do Senado, Eunício Oliveira e o Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia
Eunício Oliveira, Michel Temer e Rodrigo Maia anunciaram o compromisso de aprovar rapidamente todos os itens de acordo firmado com caminhoneiros

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, juntamente com o presidente da República, Michel Temer, e o presidente do Senado, Eunício Oliveira, divulgaram há pouco nota oficial conclamando os caminhoneiros a voltar ao trabalho e normalizar o abastecimento no País, principalmente nos setores de alimentação, medicamentos e combustíveis.

Os três garantem que o Executivo e o Legislativo estão unidos e assumem o compromisso de aprovar e colocar em prática, no menor tempo possível, todos os itens do acordo firmado com os caminhoneiros. Eles também afirmam que é preciso evitar que, tendo alcançado seus objetivos, o movimento grevista venha a ser usado com objetivos políticos.

Leia a íntegra da nota oficial:
“Em face do acordo firmado para pôr fim à greve dos caminhoneiros, que tiveram as suas reivindicações acolhidas, os presidentes da República, Michel Temer, do Senado Federal, Eunício Oliveira, e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, conclamam todos os envolvidos nas manifestações a retornarem ao trabalho e propiciar normalidade à vida de todos os brasileiros.
Há necessidade indispensável de abastecer todos os setores da economia nacional, particularmente aos que dizem respeito a alimentação, medicamentos e combustíveis.
Importante ainda evitar que, tendo alcançado seus objetivos, esse movimento venha a ser usado com objetivos políticos. Temos certeza de que o desejo de toda família brasileira é garantir a normalidade do abastecimento e assegurar a retomada da economia.
Neste momento, os Poderes Executivo e Legislativo estão unidos na defesa dos interesses nacionais. Assumem o compromisso de aprovar e colocar em prática, no menor tempo possível, todos os itens do acordo.”

Da Redação
Edição – Pierre Triboli

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

Nathanael de Sousa Costa | 30/05/2018 - 13h21
Acho que todos nós brasileiros somos digninos t De ter uma gasolina mais barata e não com este valor que repassam. Eu apoiei os caminhoneiros, apoio e apoiarei. Se Nós brasileiros nunca se levantar o jogo dos políticos nunca irá acabar. #lulalivre