Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

23/05/2018 - 19h08

Presidente da Câmara quer votar regulamentação do transporte de cargas na próxima semana

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, afirmou que colocará em votação na próxima semana proposta que regulamenta o transporte de cargas no País (PL 4860/16). A medida, segundo Maia, sinaliza o esforço da Casa de atender a reivindicações de caminhoneiros que paralisam estradas de norte a sul do Brasil.

Além dos recentes aumentos no preço do diesel, segundo Maia, a categoria busca soluções para situações do dia a dia da atividade, como valor mínimo do frete, cobrança de pedágio pelo eixo suspenso e suposta corrupção nas balanças de pesagem.

“Naquilo que cabe e pode ser tratado pela Câmara, principalmente a redução do PIS/Cofins e, na próxima semana, a regulamentação do transporte de cargas, vamos fazer para melhorar o ambiente de diálogo”, afirmou Maia, após reunir-se com representantes dos caminhoneiros. “Mas a decisão final dos temas mais importantes está na mão do governo federal”, alertou.

Negociações
O presidente da Câmara disse ainda que espera que cada um dos lados faça sua parte para que, nos próximos dias, as negociações avancem. “O governo se comprometeu a zerar a Cide. Esse é um problema dele [governo], o meu é votar a reoneração e reduzir o PIS/Cofins”, disse Rodrigo Maia.

Íntegra da proposta:

Reportagem – Murilo Souza
Edição – Pierre Triboli

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

ROSA MARIA MONTEIRO | 29/05/2018 - 11h21
Senhores(as) Deputados(as) Votem a reforma tributária e simplifiquem a tributação a 1 ou 2 impostos (comercialização/serviços/produção) e IR anual; dividam o valor das receitas desses impostos entre os governos estadual, municipal e federal. Isso diminui a burocracia das empresas e do governo e reduz custo com servidores e estrutura e ainda melhora a fiscalização e a arrecadação;Várias empresas sonegam por causa do custo tributário atrelada a inadimplência que há no Brasil; não tem o dinheiro do imposto no dia certo e tem que pagar multas altas. Parem de criar novos municípios.