Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

19/04/2017 - 21h00

Rodrigo Maia comemora aprovação da urgência para a reforma trabalhista

Proposta poderá ser votada em Plenário na próxima quarta-feira (26)

Cleia Viana/Câmara dos Deputados
Sessão extraordinária para discussão e votação de projetos. Presidente da Câmara dep. Rodrigo Maia (DEM-RJ)
Rodrigo Maia: reformas trabalhista e da Previdência vão contribuir para a retomada de investimentos, empregos e do equilíbrio fiscal do País

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, comemorou a aprovação, nesta quarta-feira (19), de um novo requerimento que assegura urgência para a proposta de reforma trabalhista (PL 6787/16). Na terça-feira, um pedido de urgência havia sido rejeitado no Plenário por insuficiência de votos.

“Ontem foi um descuido pessoal meu e alguma insatisfação na base, mas estou, como brasileiro, muito feliz”, declarou Maia, ao deixar o Plenário.

O presidente da Câmara disse ter convicção de que as reformas trabalhista e da Previdência vão produzir mudanças profundas na relação entre capital e trabalho e assim contribuir para a retomada de investimentos, empregos e do equilíbrio fiscal do País.

“Apesar de essas matérias gerarem muita polêmica no Plenário, elas com certeza vão gerar, já nos próximos seis meses, a partir do segundo semestre, se Deus quiser aprovadas na Câmara e no Senado e sancionadas, elas vão gerar um novo Brasil, diferente daquele que o presidente [da República], Michel Temer, herdou”, disse Maia. “Esse Brasil vai estar preocupado com a geração de emprego, com as pessoas e, principalmente, com o equilíbrio de suas contas”, ressaltou o presidente da Câmara.

Prazo para emendas
Maia anunciou ainda que o prazo para emendas ao texto da reforma trabalhista ficará aberto até segunda feira (24) à tarde. A votação na comissão especial, segundo ele, deve ocorrer na terça-feira (25). Já a votação em Plenário terá início na quarta-feira (26).

“A comissão especial é um espaço importante. Ela vai ter a votação feita e depois vamos para o Plenário, para que possamos votar e encaminhar ao Senado na próxima quinta-feira”, disse.

Dívida dos estados
O presidente da Câmara comentou ainda que a votação dos destaques apresentados à proposta que cria um plano especial de recuperação para estados em situação de calamidade fiscal (PLP 343/17) deverá ser concluída na terça-feira (25).

Em relação à reforma da Previdência, Maia disse que a previsão é de votar o relatório do deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA) até o dia 3 na comissão especial, para que esteja pronta para o Plenário no dia 8.

Íntegra da proposta:

Reportagem – Murilo Souza
Edição – Pierre Triboli

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

Carlos Simas | 20/04/2017 - 20h50
Este cidadão nunca passou as dificuldades que seu eleitor passou, passa e passará ainda mais com essa sua covardia. Mas ano que vem está logo ali COVARDE!