Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

01/02/2017 - 12h49 Atualizado em 01/02/2017 - 16h21

Luiza Erundina lança candidatura à Presidência da Câmara

Luis Macedo / Câmara dos Deputados
Grande Expediente - Dep. Luiza Erundina (PSOL-SP)
Erundina: "queremos introduzir alguma mudança na relação da Câmara com a sociedade"

A deputada Luiza Erundina (PSol-SP) é a terceira a registrar candidatura ao cargo de presidente da Câmara dos Deputados, após Jovair Arantes (PTB-GO) e André Figueiredo (PDT-CE).  

Segundo ela, seu partido, o Psol, resolveu adotar uma atitude coerente com a posição de independência que tem mantido durante os últimos anos.

Erundina explicou que a eleição da Mesa da Câmara tem uma importância na relação da Casa com a sociedade; mas, na opinião da deputada, vem sendo conduzida apenas para atender a interesses internos.

"A responsabilidade dessa Casa é muito grande no sentido de resgatar o seu papel, credibilidade e legitimidade diante da sociedade. Cidadãos e cidadãs estão muito incompatibilizados com os rumos que essa Casa vem tomando ao longo das últimas legislaturas. Nós temos a responsabilidade de dar a nossa modesta contribuição para introduzir alguma mudança", afirmou Erundina.

Em sua plataforma de candidatura, a deputada defende que os cargos da Mesa Diretora não sejam preenchidos por envolvidos em escândalos de corrupção. Outra sugestão é a de que a pauta do Plenário seja fixada com antecedência mínima de uma semana para que a sociedade possa se preparar para acompanhar as sessões.

A parlamentar também repudia a pauta de reformas do governo Michel Temer, defende a entrada livre de pessoas nas dependências da Casa, propõe a fixação da remuneração dos parlamentares após consulta popular e reivindica uma reforma política efetiva, entre outras sugestões.

Reportagem - Silvia Mugnatto
Edição - Alexandre Pôrto

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'