Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

  • Acessível em Libras
  • Retorne o texto ao tamanho normal
  • Aumente o tamanho do texto
Você está aqui: Página Inicial > Comunicação > Câmara Notícias > Política > CPI do BNDES pode votar relatório final nesta terça-feira
16/02/2016 - 08h35

CPI do BNDES pode votar relatório final nesta terça-feira

Se houver pedido de vista, votação do relatório será adiada para quinta-feira, último dia dos trabalhos da comissão

Lucio Bernardo Junior/Câmara dos Deputados
José Rocha
José Rocha: BNDES tem que trabalhar mais voltado para médias e pequenas empresas

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do BNDES se reúne hoje para analisar e votar o relatório final, que será apresentado pelo deputado José Rocha (PR-BA). A comissão foi criada em agosto para investigar supostas irregularidades em empréstimos concedidos pelo banco entre 2003 e 2015.

Ao longo dos trabalhos, a CPI ouviu 23 pessoas, entre as quais o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, Luciano Coutinho; diretores do banco; donos de empresas beneficiadas com empréstimos, como o empresário Eike Batista; e pessoas investigadas pela Operação Lava Jato, como o ex-gerente da Petrobras Pedro Barusco e o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto.

Antes do recesso do Carnaval, os quatro sub-relatores da CPI apresentaram relatórios setoriais, que podem ou não ser aproveitados pelo relator.

Um deles, do deputado Alexandre Baldy (PSDB-GO), pede o indiciamento do presidente do BNDES e da empresária Carolina Pimentel, mulher do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, o que gerou críticas de deputados aliados ao governo. Eles alegaram que não há provas de irregularidades nos empréstimos e que a CPI não investigou a empresária, que é alvo da Operação Acrônimo, da Polícia Federal.

Outro sub-relator, o deputado Andre Moura (PSC-SE) apontou irregularidades na concessão de financiamentos do banco e criticou a política de formação de empresas "campeãs nacionais", que beneficiou grandes companhias.

Prioridades
O relator da CPI, deputado José Rocha, passou o Carnaval analisando os sub-relatórios e adiantou que vai propor que o BNDES priorize pequenas e médias empresas e invista mais em desenvolvimento de tecnologia.

"É um banco social, é um banco de desenvolvimento econômico, tem que trabalhar mais voltado para médias e pequenas empresas na ciência e tecnologia. O País, para ser desenvolvido, precisa muito de investimentos nessa área da ciência e tecnologia, da educação. O BNDES pode dar essa contribuição e eu acredito que não vem dando ao longo do tempo", disse Rocha.

Prazo de encerramento
A CPI do BNDES termina oficialmente no dia 18, quinta-feira, dois dias depois da apresentação do relatório final, que pode não ser votado nesta terça se algum deputado pedir vista. Se isso acontecer, a votação do relatório pode ser adiada por duas sessões, o que vai coincidir com o último dia de funcionamento da CPI.

A reunião de hoje acontecerá a partir das 14h30, no plenário 8.

Reportagem – Antonio Vital
Edição – Pierre Triboli

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

Paulo Nery | 15/02/2016 - 11h59
AS RAPOSAS TOMAM CONTA DO GALINHEIRO. Façam o que quizerem. UM DIA A CASA CAI.
Paulo Nery | 15/02/2016 - 11h39
O "Chico Anísio" em seu personagem "SALOMÉ" disse e fez tudo que podia fazer contra Figueiredo".....Nada aconteceu contra Chico: Estranho demais. NADA ACONTECERÁ" qualquer crítica contra "os algozes" nada acontece. Muito gostaria de ver os resultados do Banco do Estado do Paraná???? BANESTADO???? 36 bi US$ desaparecidos???? Governo FHC (nome de inseticida)??? ONDE ESTÁ ESTA DINHEIRAMA???? No bolso ou na conta de quem?
  • Câmara Notícias
    Expediente
    Disque-Câmara: 0800 619 619

Mapa do Portal