Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

24/03/2015 - 22h08

Deputados defendem reserva de vaga para mulheres na Mesa da Câmara

Diversos deputados defenderam a proposta que reserva uma vaga na Mesa Diretora da Câmara dos Deputados e do Senado Federal para mulheres (PEC 590/06). O texto da PEC foi aprovado há pouco, em segundo turno, pelo Plenário.

A autora da proposta, deputada Luiza Erundina (PSB-SP), disse que a aprovação da PEC é motivo de celebração. “Coroamos as comemorações do Dia da Mulher nesta Casa. O Parlamento faz justiça e paga uma dívida histórica com as mulheres brasileiras”, disse.

Erundina lembrou que o Parlamento existe há mais de 100 anos mas, mesmo assim, a primeira mulher a assumir um cargo da Mesa da Câmara dos Deputados foi a então deputada Rose de Freitas (PMDB-ES), em 2011.

Avanço
A deputada Luciana Santos (PCdoB-PE) também lembrou a simbologia da aprovação do texto no mês de março, quando se comemora o Dia Internacional da Mulher. O líder do PMDB, deputado Leonardo Picciani (RJ), disse que a proposta é um avanço. “Precisa servir de exemplo à sociedade”, disse.

Para a deputada Carmen Zanotto (PPS-SC), a proposta é apenas o começo. “Somos muito poucas ainda, mas vamos continuar lutando por paridade de gênero”, disse.

O líder do Pros, deputado Domingos Neto (CE), disse que a mudança vai ampliar o poder da bancada feminina na Casa. “São medidas como esta que fortalecem a possibilidade de mudanças no status quo”, disse.

Mais informações a seguir.