Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

  • Retorne o texto ao tamanho normal
  • Aumente o tamanho do texto
Você está aqui: Página Inicial > Comunicação > Câmara Notícias > Política > Deputada quer convocar para depor na CPI da Petrobras 47 investigados pelo STF
09/03/2015 - 14h31 Atualizado em 09/03/2015 - 17h38

Deputada quer convocar para depor na CPI da Petrobras 47 investigados pelo STF

Gustavo Lima
Eliziane Gama
Eliziane Gama: autorização para a abertura de inquérito justifica ida dessas pessoas à CPI.

A deputada Eliziane Gama (PPS-MA) protocolou requerimento na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras em que pede a convocação de 47 pessoas investigadas em inquéritos abertos na última sexta-feira (9) pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a pedido da Procuradoria Geral da República.

Os inquéritos foram solicitados pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e instaurados pelo ministro relator dos processos relativos à Operação Lava Jato no Supremo, Teori Zavascki.

Entre os citados estão os presidentes da Câmara e do Senado, Eduardo Cunha e Renan Calheiros, e outras 45 pessoas, entre deputados, senadores, ex-deputados e a ex-governadora do Maranhão, Roseana Sarney.

Ainda não há previsão de discussão do requerimento apresentado pelo PPS nesta segunda. Embora a CPI tenha reunião marcada para a terça-feira, não estão previstas votações de requerimentos, apenas o depoimento do ex-gerente da Petrobras Pedro Barusco, um dos delatores do esquema de corrupção na estatal.

Eduardo Cunha
O presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha, negou em nota oficial ter recebido recursos desviados da Petrobras. Na semana passada, ele compareceu espontaneamente à CPI para se colocar à disposição dos deputados para apresentar mais esclarecimentos.

A deputada explicou que as autorizações para abertura de inquéritos pelo Supremo justifica a ida dessas pessoas à CPI. O requerimento, porém, só deve ser votado na próxima quinta-feira, quando vai acontecer uma reunião de trabalho da comissão.

Nesta terça, a partir das 9h30, está previsto o interrogatório do ex-gerente da Petrobras Pedro Barusco, que admitiu à Justiça Federal, em um processo de delação premiada, ter recebido cerca de US$ 50 milhões em propinas de empresas que tinham contratos com a Petrobras.

Lista de pessoas a serem ouvidas em depoimentos, de acordo com o requerimento da deputada Eliziane Gama:

1. - Deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara;
2. - Senador Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Senado;
3. - Senador Ciro Nogueira (PP-PI);
4. - Senador Benedito de Lira (PP-AL);
5. - Senador Gladson Cameli (PP-AC);
6. - Deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB);
7. - Deputado Simão Sessim (PP-RJ);
8. - Deputado Nelson Meurer (PP-PR);
9. - Deputado Eduardo da Fonte (PP-PE);
10. - Deputado Luiz Fernando Faria (PP-MG);
11. - Deputado Arthur Lira (PP-AL);
12. - Deputado Dilceu Sperafico (PP-PR);
13. - Deputado Jeronimo Goergen (PP-RS);
14. - Deputado Sandes Júnior (PP-GO);
15. - Deputado Afonso Hamm (PP-RS);
16. - Deputado Missionário José Olímpio (PP-SP);
17. - Deputado Lázaro Botelho (PP-TO);
18. - Deputado Luis Carlos Heinze (PP-RS);
19. - Deputado Renato Molling (PP-RS);
20. - Deputado Roberto Balestra (PP-GO);
21. - Deputado Roberto Britto (PP-BA);
22. - Deputado Waldir Maranhão (PP-MA);
23. - Deputado José Otávio Germano (PP-RS);
24. - Senador Romero Jucá (PMDB-RR);
25. - Senador Edison Lobão (PMDB-MA);
26. - Senador Valdir Raupp (PMDB-RO);
27. - Deputado Aníbal Gomes (PMDB-CE);
28. - Senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR);
29. - Senador Humberto Costa (PT-PE);
30. - Senador Lindbergh Farias (PT-RJ);
31. - Deputado José Mentor (PT-SP);
32. - Deputado Vander Loubet (PT-MS);
33. - Senador Antonio Anastasia (PSDB-MG);
34. - Senador Fernando Collor (PTB-AL);

Ex-parlamentares:
35. - Ex-deputado e ex-ministro Mario Negromonte (PP-BA);
36. - Ex-deputado João Pizzolatti (PP-SC);
37. - Ex-deputado Pedro Corrêa (PP-PE);
38. - Ex-deputado Roberto Teixeira (PP-PE);
39. - Ex-deputada Aline Corrêa (PP-SP);
40. - Ex-deputado Carlos Magno (PP-RO);
41. - Ex-deputado e vice-governador da Bahia, João Leão (BA-PP);
42. - Ex-deputado Luiz Argôlo (SD-BA);
43. - Ex-deputado José Linhares (PP-CE);
44. - Ex-deputado Pedro Henry (PP-MT);
45. - Ex-deputado Vilson Covatti(PP-RS);
46. - Ex-deputado Candido Vaccarezza (PT-SP);
47. - Ex-governadora do Maranhão Roseana Sarney (PMDB-MA).

Reportagem - Antônio Vital
Edição - Newton Araújo

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

Aldo Borges Proença | 10/03/2015 - 13h22
Todos independe de função, cargo etc, que tiver vinculo com o ROUBO na PETROBRAS., devem ser investigados e se dever tem que ser punido. Essa é minha opinião e de 80% do brasileiros.
  • Câmara Notícias
    Expediente
    Disque-Câmara: 0800 619 619

Mapa do Portal