Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

28/10/2014 - 18h36

Líderes querem votar admissibilidade da PEC da Reforma Política

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, recebeu nesta terça-feira (28), na reunião de líderes, requerimento do vice-líder do PP, deputado Esperidião Amim (SC), para que a admissibilidade da Proposta de Emenda à Constituição da Reforma Política (PEC 352/13) seja votada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) nesta quarta-feira (29).

O requerimento foi assinado por 15 dos 22 líderes. Alves endossou o pedido, que será apresentado na reunião da CCJ de amanhã.

Amim argumentou que os parlamentares foram cobrados durante todo o processo eleitoral sobre a urgência de uma reforma política e a Câmara não pode mais adiar a discussão do tema. Ele lembrou que a proposta que deve ser votada nesta quarta-feira pela CCJ foi elaborada por um grupo de trabalho em 2013.

Henrique Alves concorda que não há mais razão para adiar o debate e acredita que as divergências sobre o mérito da proposta poderão ser discutidas na comissão especial que será criada para analisar a PEC. Entre outros pontos, a proposta acaba com a reeleição para presidente da República, governadores e prefeitos; torna o voto facultativo; e muda as regras das coligações eleitorais.

Tempo real:

Reportagem - Janary Júnior
Edição - Marcelo Oliveira

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'