Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

01/03/2013 - 13h30

Fim do 14º e do 15º salários de parlamentares é promulgado

O presidente do Senado, Renan Calheiros, acaba de promulgar o decreto que acaba com o pagamento da ajuda de custo dos parlamentares, os chamados 14º e 15º salários. A assinatura foi acompanhada pelo presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves.

Com a medida, a ajuda de custo passará a ser paga apenas no início e no final do mandato, para custear despesas com mudanças. A extinção do benefício, que antes era paga no final e no início de cada ano, foi aprovada pela Câmara na última quarta-feira (27).

A aprovação tende a gerar um efeito em cascata nas assembleias estaduais - algumas já anunciaram que vão seguir o mesmo caminho do Congresso e acabar com esse tipo de ajuda de custo.

Em entrevista logo após a promulgação, o presidente da Câmara comentou outras medidas que podem trazer economias para o Legislativo. Alves informou que pediu, à administração da Casa, um levantamento sobre o pagamento de horas extras e sobre o número de funcionários terceirizados.

Reportagem - Ana Raquel Macedo/Rádio Câmara
Edição – Daniella Cronemberger

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'