Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

02/10/2014 - 15h10

Projeto proíbe produção e venda de andador infantil no País

A Câmara dos Deputados analisa projeto que proíbe a produção, comercialização, importação, doação e distribuição de andador infantil (PL 7835/14). De acordo com o autor da proposta, deputado Nelson Marchezan Junior (PSDB-RS), o andador permite que as crianças se aproximem, com maior facilidade, de fogões, piscinas e produtos tóxicos. “Elas ficam mais propensas a cair de escadas, sofrer queimaduras e afogar-se em piscinas, baldes ou banheiras”, alertou.

O deputado cita estudos realizados no Brasil, nos Estados Unidos, no Canadá e na Inglaterra que apontam altos índices de lesões causadas pelo uso de andador por crianças, a maioria com traumatismo crânio-encefálico. Segundo os médicos, além do risco de acidentes graves, os andadores prejudicam o desenvolvimento da criança, atrasando o tempo de aprendizado para andar sozinho e ficar em pé.

Tramitação
O projeto, que tramita em caráter conclusivo, será analisado pelas comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio; de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:

Reportagem – Luiz Gustavo Xavier
Edição – Daniella Cronemberger

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'