Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

05/04/2018 - 19h00

Deputados e especialistas destacam importância da família para construção da cultura de paz

Parlamentares e especialistas destacaram, na Câmara dos Deputados, a importância da família na construção de uma cultura de paz.

Michel Jesus/Câmara dos Deputados
Audiência pública pela valorização da Família como promotora de uma cultura de paz. Dep. Diego Garcia (PODE - PR)
Diego Garcia: políticas públicas devem assegurar proteção às famílias

“Uma criança que cresce em um ambiente agressivo tende a buscar seus objetivos também de forma violenta, porque aprendeu a responder dessa maneira”, disse o conselheiro tutelar Marcos Maurício, que atua no Distrito Federal.

O tema foi abordado, na quarta-feira (4), em audiência pública realizada pela comissão especial destinada a elaborar propostas legislativas para promover a cultura da paz. O colegiado é presidido pela deputada Keiko Ota (PSB-SP).

Políticas públicas
O deputado Diego Garcia (Pode-PR), que propôs o debate, afirmou que a proteção às famílias deve fazer parte das políticas públicas como forma de garantir que as novas gerações sejam cada vez mais pacíficas. “Temos de sugerir aos governos a implementação de ações de valorização à família.”

“As famílias precisam de todo o apoio dos poderes públicos e da sociedade”, concordou o representante da entidade Family Talks, Rodolfo Barreto.

Educação
Por sua vez, a psicopedagoga Ana Laura Martins, salientou o papel da escola no apoio a crianças que vivem em famílias desestruturadas pelo álcool ou por drogas ilícitas. “O amparo escolar pode ajudar essas famílias a se reerguer, saindo da situação de marginalidade em que elas vivem.”

Reportagem – Karla Alessandra
Edição – Marcelo Oliveira

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

André Sarmanho | 10/04/2018 - 10h38
Repito:A FAMÍLIA E A BASE ESTRUTURAL DA SOCIEDADE E DO PRÓPRIO ESTADO.Existem milhares de pesquisadores nas Instituições,como universidades,faculdades,institutos,fundações e inclusive a OEA e a ONU que estão contaminadas pela proposta comunista de destruir todas as instituições e valores basilares das sociedades livres capitalistas.Depois de tudo destruído surgem como candidatos populistas,salvadores da pátria,que para promoção da grande mudança social irão assassinar todos os que forem contrários ao sistema comunista,restando somente a massa de patetas:o gado fanático,proletário e miserento.
Erasmo Neto | 10/04/2018 - 09h10
Pergunta ao Deputado Diego Garcia,o sr. tem em mãos quantos viciados em drogas fazem parte do atendimento do serviço Estatal de saúde publica só em Curitiba?Nós não temos que sugerir aos governantes,temos sim que perguntar para conseguir medir a capacidade dos eleitos para governar as três esferas de governos.Frequente as UBs, as UPAs que estão sob a sua alçada como deputado federal."O conhecimento (vivenciado) liberta";da ignorância geradora da violência que,não é coerente com o conceito da Paz."A educação começa em casa",UPAs,UBs, são casas de atendimento ao publico.Pago por todos nós.
Erasmo Neto | 10/04/2018 - 08h07
Não é só as drogas licitas ou ilícitas que destroem famílias. Fofocas,adivinhadores do futuro e cultos religiosos também colaboram na destruição das famílias em um pais miscigenado e de grande extensão territorial.Tem famílias que estão na 3ª. geração conservando costume de trafico,contrabando e outros;famílias que terceirizam a criação dos filhos;famílias que pai e mãe saem de madrugada para trabalhar e só voltam altas horas da noite,famílias ainda regidas pela eugenia.É a mentalidade técnica de dividir para governar?Percorri o Brasil por terra só aceito pesquisas sérias com base cientifica.