Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

17/07/2017 - 13h42

Educação aprova obrigatoriedade de curso de extensão para idosos nas universidades

Lúcio Bernardo Junior/Câmara dos Deputados
Seminário
Gama: A proposta aprimora o Estatuto do Idoso

A Comissão de Educação aprovou projeto do Senado Federal que obriga as instituições de ensino superior a oferecer cursos e programas de extensão às pessoas idosas (PL 6350/13). Esses cursos poderão ser presenciais ou a distância, constituídos por atividades formais e não formais.

O texto acrescenta dispositivo ao Estatuto do Idoso (Lei 10.741/03), que já prevê o apoio do poder público à criação de universidade aberta para as pessoas idosas. O estatuto também já determina o incentivo à publicação de livros e periódicos, de conteúdo e padrão editorial adequados ao idoso, que facilitem a leitura, considerando a natural redução da capacidade visual.

Relatora da matéria, a deputada Pollyana Gama (PPS-SP) apoiou o projeto que, segundo ela, “aprimora as obrigações fixadas no Estatuto”.

A parlamentar também acolheu alteração feita na Comissão em Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa para incluir no texto a expressão “educação ao longo da vida”, por ser utilizada na literatura especializada e nas discussões sobre oportunidades educacionais ao idoso.

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado agora pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:

Reportagem - Emanuelle Brasil
Edição - Marcia Becker

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

Antonio Carlos de Lima | 12/08/2017 - 11h55
Aos 56 anos conclui a graduação superior tecnológica em comunicação Institucional com bolsa integral PROUNI, junto à Unicid, tentei pós graduação gratuita,mas não consegui, já faz 06 anos.
JAIRO GOMES DE MIRANDA | 11/08/2017 - 22h34
Execelentíssima Deputada Pollyana Gama Congratulo-me com esse projeto que muito contribuirá para expandir os conhecimentos dos idosos. Sou parte de universo, com 80 anos e tenho real interesse de prosseguir ampliando os meus conhecimentos intelectuais acadêmicos, sou formado em Psicologia, Teologia e Pós-graduado em Didática do Ensino superior, e ainda sou apaixonado pela cultura em geral. Estendo os cumprimentos aos demais parlamentares que apoiarem essa iniciativa e gostaria de ser notificado quando a matéria for aprovada e quais os procedimentos que deverei tomar para me inscrever.
Carlos Alberto Vaz da Silva | 03/08/2017 - 18h18
Idosos são proibidos de frequentar cursos de extensão? Quem vai pagar esta conta? Sou idoso e, se quisesse, iria buscar as opções que já existem. Por que criar coisas novas, excludentes (só para idosos?)?