Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

02/01/2012 - 14h43

Proposta obriga escolas a utilizar Libras com estudantes surdos

A Câmara analisa proposta que obriga as instituições de ensino públicas e privadas a utilizar a Língua Brasileira de Sinais (Libras) com todos os estudantes surdos em qualquer nível ou modalidade da educação básica. A medida está prevista no Projeto de Lei 2040/11, do Senado.

Pela proposta, as escolas deverão contar com professores bilíngues, tradutores, intérpretes e profissionais de tecnologia de comunicação em Libras. Além dos alunos, também deverão ter aula de Libras seus pais e toda a comunidade escolar que conviver com esses estudantes.

As regras sobre a oferta do ensino de Libras deverão ser definidas em regulamento específico, após a aprovação da lei. Segundo o autor da proposta, senador Cristovam Buarque (PDT-DF), o objetivo é facilitar a integração dos deficientes auditivos nas escolas e na sociedade.

Tramitação
O projeto, que tramita em regime de prioridade, será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; Educação e Cultura; e Constituição e Justiça e de Cidadania antes de seguir para o Plenário.

Íntegra da proposta:

Reportagem – Carolina Pompeu
Edição – Daniella Cronemberger

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

PAULA PFEIFER | 08/01/2012 - 18h27
Existem 2 tipos de surdos:Surdos ORALIZADOS não utilizam a LIBRAS. E jamais vão querer ser obrigados a usar esta língua. Porque vocês nao criam programas mais úteis, como por exemplo, programas para tornar surdos sinalizados (que usam LIBRAS) fluentes em português escrito? Se eles não quiserem falar, estão no seu direito, mas como cidadãos brasileiros, têm o dever de dominar a modalidade escrita da língua do seu país.Os surdos oralizados dominam até mesmo outras línguas, como ingles, espanhol, frances, e o mais importante, são fluentes na sua língua materna.
Marcus Felipe Valle | 03/01/2012 - 16h35
Tenho surdez bilateral profunda. Estudei desde criança num colégio regular, nunca tive contato com LIBRAS. Acho um retrocesso ensinar LIBRAS aos surdos, eles devem é aprender a fazer leitura labial, devem ser oralizados. Tenho graduação em Engenharia Mecânica, Mestrado em Engenharia Mecânica e uma especialização. LIBRAS é um retrocesso!!!
Ronaldo | 03/01/2012 - 14h13
Legisladores, vejam a sensatez dos comentários de Oliveira, Priscila, Sonia e Paulo. Não é disso que a educação pública está precisando neste momento, não é mesmo??? Resolvam primeiro os problemas da educação que não são poucos. Depois de resolvido todos eles, aí sim podem criar outros, como este projeto, que é para a coisa não ficar muito chata...