Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

29/05/2018 - 16h39

Gás de cozinha também merece atenção, afirmam participantes de comissão geral

O presidente da Associação Brasileira de Municípios (ABM), Ary Vanazzi, chamou atenção para os preços do gás de cozinha durante a comissão geral realizada na Câmara dos Deputados nesta terça-feira (29). “Gás de cozinha hoje é luxo, as pessoas estão cozinhando com querosene e lenha”, afirmou. Ele também criticou a ideia de zerar a Cide sobre os combustíveis, já que 30% dos recursos desse imposto são destinados aos municípios.

Sergio Bandeira de Mello, presidente do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigas), disse que o preço médio do gás de cozinha – cerca de R$ 70 pelo botijão de 13 kg – não está elevado atualmente, porém sugeriu medidas para que famílias de baixa renda ou beneficiados pelo Programa Bolsa Família tenham alguma ajuda para adquirir o produto.

Combustíveis verdes
Os representantes dos setores de biocombustíveis sugeriram aos deputados medidas para incentivar a mistura aos combustíveis fósseis, especialmente ao diesel. Hoje, o etanol representa 27% da gasolina comum na bomba. O biodiesel é 10% do óleo diesel vendido nos postos, mas, segundo representantes do setor, atualmente poderia ser maior no Centro-Oeste, devido à oferta.

O deputado Arnaldo Jardim (PPS-SP), coordenador da Frente Parlamentar pela Valorização do Setor Sucroenergético, apoiou a política de preços da Petrobras, mas defendeu a previsibilidade para o consumidor, o que poderia acontecer com o aumento da mistura com o biodiesel. Ele também é favorável à unificação das alíquotas de ICMS sobre combustíveis.

Já o deputado JHC (PSB-AL) pediu ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e aos líderes partidários o apoio para a votação do Projeto de Decreto Legislativo (PDC) 916/18, que susta artigo de resolução da Agência Nacional do Petróleo (ANP) que restringe a comercialização de etanol. “A venda direta do etanol pode baratear o produto em 20%”, argumentou.

Confira como foi a comissão geral no canal oficial da Câmara no YouTube