Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

  • Acessível em Libras
  • Retorne o texto ao tamanho normal
  • Aumente o tamanho do texto
Você está aqui: Página Inicial > Comunicação > Câmara Notícias > Direitos Humanos > Projeto permite a afrodescendentes incluir sobrenome africano
09/08/2011 - 12h40

Projeto permite a afrodescendentes incluir sobrenome africano

Tramita na Câmara o Projeto de Lei 803/11, dos deputados petistas Nelson Pellegrino (BA), Edson Santos (RJ) e Luiz Alberto (BA), que permite aos afrodescendentes inserir sobrenomes de origem africana, retificando assim seu registro civil.

A proposta altera a Lei de Registros Públicos (6.015/73), que possibilita a mudança de nome aos maiores de 18 anos.

Segundo os autores do projeto, as origens africanas de boa parte dos brasileiros estão sendo perdidas, porque os sobrenomes dos ascendentes foram substituídos ao longo do tempo por outros de origem não africana. Desse modo, na opinião dos parlamentares, não só a cultura, mas a identidade dos afrodescendentes tem sido apagada.

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Direitos Humanos e Minorias; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Reportagem – Tiago Miranda
Edição – Daniella Cronemberger

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

Raimundo Konmannanjy | 15/08/2011 - 10h53
Concordo, estou tentando colocar o nome Konmannanjy que meu nome Ancestral, no qual sou conhecido em todo Brasil e estou tendo dificuladades há dois anos.
Gilmar | 10/08/2011 - 13h22
claro que concordo,os Italianos ,Alemães,Japoneses e outros mantem seu sobre nome porque o negro tem que ser diferente!!fomos covardemente arrancados de nossas origens covardemente,e ainda somos obrigados a usar sobre nomes desses assassinos.
Micheline | 10/08/2011 - 09h11
Quando se tem o nome limpo, com ficha limpa ninguém quer mudar o nome e se algum assasssino se beneficiar disso?Já pensou se os negros tem direito os alemães também tem.Devemos ter respeito igual com todas as raças, pois somos todos seres humanos da mesma forma.
  • Câmara Notícias
    Expediente
    Disque-Câmara: 0800 619 619

Mapa do Portal