Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

  • Acessível em Libras
  • Retorne o texto ao tamanho normal
  • Aumente o tamanho do texto
Você está aqui: Página Inicial > Comunicação > Câmara Notícias > Direito e Justiça > Projeto define regras para implantação do número único de registro civil
  • Compartilhar no Google+
25/09/2012 - 20h18

Projeto define regras para implantação do número único de registro civil

Arquivo/ Luiz Alve
Gilmar Machado
Gilmar Machado: projeto oferece diretrizes para a organização do registro único.

A Câmara analisa o Projeto de Lei 3860/12, do deputado Gilmar Machado (PT-MG), que define regras gerais para o funcionamento do Sistema Nacional de Registro de Identificação Civil. A proposta altera a Lei 9.454/97, que institui o número único de Registro de Identidade Civil. Esse registro até hoje não foi implantado.

Segundo a Lei 9.454, a União firmará convênio com os estados para implementar o registro único. Essa identificação deverá ser expedida a partir do nascimento ou da naturalização, sendo vedada a distribuição de mais de um registro para um mesmo indivíduo ou a sua reutilização.

O projeto de Gilmar Machado estabelece a utilização de número único sequenciado para o registro de identidade civil, a exemplo do que ocorreu recentemente com os processos no Judiciário, que passaram a ter numeração única.

A proposta também prevê a unificação dos demais documentos de identificação vigentes, com prioridade para a integração das bases de dados das carteiras de identidade emitidas por órgãos de identificação oficiais.

“Nossa proposta vem ao encontro da necessidade de fomentar a entrada em funcionamento do cadastro, uma vez que oferecemos diretrizes para a sua organização”, diz o autor. "A forma atual de emissão de identidades abre a possibilidade de um mesmo cidadão ter 27 documentos e números de identidades distintos, de acordo com cada estado da Federação mais o Distrito Federal. Certamente, isso facilita fraudes."

Ainda segundo o projeto, os demais cadastros públicos federais de identificação deverão priorizar a utilização do número único, em substituição ao seu próprio número, observadas as peculiaridades de cada órgão ou entidade.

Tramitação
A proposta tramita em caráter conclusivo e será examinada pelas comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:

Reportagem – Oscar Telles
Edição – Pierre Triboli

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

Rossano Glauber Ludgero da Silva | 07/12/2014 - 11h50
Excelente a iniciativa do nobre parlamentar. Mentes brilhantes em favor da desburocratização e segurança na identificação do cidadão.
Arnaldo Leite dos Santos | 27/09/2012 - 16h06
Caro Deputado "Gilmar Machado" - Parabéns pela iniciativa, quaisquer outros elogios, seriam poucos. Só tenho a agradecer a existência desse projeto que prova que V Sa é um "Verdeiro Brasileiro". Me faz sentir feliz em ser brasileiro. Arnaldo
weberson | 27/09/2012 - 08h08
O Registro único é de fundamental importância. E já estamos atrasados na implementação. Até o titulo Eleitoral deveria ter foto.Em particular vejam o que ocorrem com o Cartão SUS -Há usuários que possuem 2, 3 ou mais por que? Primeiro não há vinculo com CPF, Identidade, Titulo Eleitoral...Então se o paciente quer ser atendido e está sem o cartão poderia negar atendimento? Claro que não! Mas poderíamos recuperar o numero do cartão por meio de um banco de dados mais criterioso usando os documentos oficiais!
  • Câmara Notícias
    Expediente
    Disque-Câmara: 0800 619 619

Mapa do Portal