18/10/2018 - 09h13

Projeto impede responsabilização de consumidor por comentários negativos contra empresas em redes sociais

Arte/SECOM
Dep. Francisco Floriano (PR-RJ
Francisco Floriano:  a postagem de opinião em rede social a respeito de prestação de serviço com intento informativo  não enseja danos morais

O deputado Francisco Floriano (DEM-RJ) apresentou projeto de lei com o objetivo de impedir a responsabilização do consumidor na esfera civil por fazer comentários negativos e reclamações nas redes sociais sobre a prestação de um determinado serviço.

Pelo PL 10534/18, a postagem de opinião em rede social a respeito de prestação de serviço com evidente intento informativo sem intenção injuriosa é ato lícito e não enseja danos morais.

Se aprovada, a medida consolidará em lei o entendimento do Judiciário. “A alegação de que os comentários negativos contra a prestação de um serviço, em especial, nas redes sociais, denigre a imagem das empresas afetando sua honra e imagem (reputação da sociedade empresária), devido às visualizações e compartilhamento instantâneos, não tem sido acatada pelos tribunais, que defendem tese contrária”, disse Floriano.

Tramitação
A proposta será analisada em caráter conclusivo pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:

Reportagem – Lara Haje
Edição – Rachel Librelon

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

Natanael | 12/12/2018 - 12h39
Não acho Prudente uma lei ser baseada na hipótese de insatisfação de uma só parte sem que antes se prove o fato ocorrido. Isso fere o direito ao contraditório e a defesa e faz com que a empresa e o prestador de serviço pague antecipadamente sem a existência de culpa. Se a proposta for aprovada verá várias empresas serem prejudicadas com a permissão de ser difamada sua imagem sem nenhuma comprovação de culpa baseada em falácias.
Cc | 19/10/2018 - 11h09
As pessoas comentam Qdo estão insatisfeitas, mas a negligência, o sentimento, a atitude do dia a dia não tem como provar, não pode é querer enrijecer certo todos com a mesma certeza para agradar.