Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

04/09/2018 - 09h16

Comissão debate cobranças extrajudiciais feitas pelo Banco do Brasil

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços da Câmara dos Deputados discute hoje a contratação de serviços de cobrança extrajudicial pelo Banco do Brasil.

O deputado Joaquim Passarinho (PSD-PA), que propôs o debate, explica que, em 1999, o Banco do Brasil iniciou o processo de terceirização dos serviços de cobrança extrajudicial.

“Hoje são 117 empresas e cerca de 5 mil funcionários”, contabiliza o parlamentar. Ele afirma que essas empresas trabalham em contratos emergenciais, com muita insegurança jurídica. “Em abril deste ano, o Banco do Brasil realizou uma dispensa de licitação contratando diretamente a empresa BBTS do Conglomerado BB para a realização de cobrança extrajudicial de dívidas.”

Joaquim Passarinho quer que o Banco do Brasil esclareça se pretende alterar os serviços de recuperação de crédito extrajudicial e quais são os ganhos advindos para o banco e para o cidadão brasileiro.

Debatedores
Foram convidados para discutir o assunto, entre outros, o diretor de Reestruturação de Ativos Operacionais do Banco do Brasil, Simão Luiz Kovalski; o diretor da Andrade e Bastos Assessoria de Cobrança, Noel Nunes de Andrade; e o diretor-presidente da Asejur Cobranças Empresariais, Anderson Malicheski.

Confira a lista completa de convidados 

A audiência será realizada no plenário 5 a partir das 14h30.

Assista ao vivo

Da Redação - ND

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'