Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

08/11/2018 - 18h38

Congresso comemora 65 anos da Record TV

Homenagem foi feita em sessão solene realizada nesta quinta-feira (8)

Em homenagem aos 65 anos de fundação da Record TV, comemorado no último dia 27 de setembro, o Congresso Nacional realizou, nesta quinta-feira (8), sessão solene requerida pelo senador Eduardo Lopes (PRB-RJ) e pelo deputado Márcio Marinho (PRB-BA), no Plenário do Senado Federal. A sessão foi presidida pelo presidente do Congresso Nacional, o senador Eunício Oliveira (MDB-CE).

Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Destinada a comemorar os 65 anos de fundação da RecordTV
A Record TV comemorou 65 anos com uma sessão solene no Plenário do Senado Federal

Em seu discurso, Eunício ressaltou a importância das emissoras de televisão para a população brasileira. “A televisão é o resultado de uma grande conquista humana. Trouxe aos nossos lares e às nossas famílias o entretenimento e a informação, elementos vitais para a sociedade e também para um melhor exercício da cidadania”, disse. “E a Record é uma das emissoras pioneiras nesse país”, completou.

História
A Record TV foi fundada no ano de 1953, pelo empresário Paulo Machado de Carvalho. O senador Eduardo Lopes fez um panorama da história da emissora. Entre outros marcos, ele lembrou que a Record TV foi a primeira emissora brasileira a realizar uma transmissão externa de um jogo de futebol entre Santos e Palmeiras na Vila Belmiro, em 18 de setembro de 1955.

“A Record foi também a única emissora de TV a transmitir a inauguração de Brasília, em 1960, entrevistando diversos políticos da época, incluindo o Presidente Juscelino Kubitschek. Seja na cobertura de eventos esportivos, no jornalismo ou na realização de produções culturais e artísticas, a Record TV sempre foi presença marcante nos últimos 65 anos da história do nosso Brasil”, destacou Lopes.

O deputado Márcio Marinho também relembrou a história da Record TV e destacou a participação de nomes da música, humor e dramaturgia na emissora. “Quase todas as estrelas nacionais tornaram-se conhecidas na tela da Record. Os tempos áureos da emissora acompanharam momentos importantes da história do país e marcaram a história da TV brasileira”, afirmou.

Conforme explicou o presidente da Record TV, Luiz Cláudio Costa, fatos marcantes passaram pela tela da emissora. Como exemplo, ele citou a morte do presidente norte-americano John Kennedy, a chegada do primeiro homem à Lua e a renúncia do presidente Jânio Quadros em 1961. Segundo o presidente, outro marco da Record TV foi a primeira transmissão de TV a cores no Brasil, em 1972.

Em seu discurso, Luiz Cláudio Costa também fez uma saudação à memória do empresário Demerval Gonçalves, um dos fundadores da Record TV, falecido em março do ano passado. “Demerval Gonçalves nos deixou recentemente, mas certamente ficou marcado na história da Record TV”, disse.

Reportagem – Larissa Galli
Edição – Ana Chalub

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'