Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

20/04/2017 - 19h02

Comissão aprova mudança de quórum para reforma de fachada de imóvel

Billy Boss - Câmara dos Deputados
Reunião ordinária com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. Dep. Júlio Lopes (PP-RJ)
Júlio Lopes: certamente, o quórum qualificado vai inibir os aventureiros e dar suporte aos prudentes

A Comissão de Desenvolvimento Urbano aprovou proposta que permite a mudança da fachada de imóvel com a concordância de ¾ dos condôminos, a pedido do proprietário de uma das unidades habitacionais.

A proposta altera a Lei dos Condomínios (Lei 4.591/64), que só permite obra para mudança de fachada com o apoio de todos os condôminos.

O texto aprovado é o substitutivo do deputado Júlio Lopes (PP-RJ) para o Projeto de Lei 5645/16, do deputado Miguel Haddad (PSDB-SP).

Interessado paga
O projeto original previa quóruns diferenciados para mudanças de fachada em edifícios (¾ dos condôminos) e para casa em condomínio térreo (maioria absoluta).

Lopes também alterou o Código Civil (Lei 10.406/02) para permitir a alteração da fachada com quórum de ¾. Pelo texto, a mudança da fachada deve ser um item específico da assembleia dos condôminos, e a reforma deverá ser paga pelo interessado e não pelo condomínio.

Para Lopes, as normas atuais são “draconianas”. Ele afirmou que é importante flexibilizar a legislação e manter um controle aceitável dos novos procedimentos. “Certamente o quórum qualificado vai inibir os aventureiros e dar suporte aos prudentes.”

Tramitação
A proposta tramita em caráter conclusivo e ainda será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Reportagem – Tiago Miranda
Edição – Newton Araújo

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'