Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

30/11/2015 - 17h31

Comissão aprova investimento mínimo em programas habitacionais de pequenos municípios

Lúcio Bernardo Jr / Câmara dos Deputados
Deputado Carlos Marun falando ao microfone na CPI da Petrobrás
Carlos Marun adaptou a proposta original porque houve a substituição de programas habitacionais
A Comissão de Desenvolvimento Urbano aprovou proposta que determina a aplicação de no mínimo 25% dos recursos do Programa Minha Casa Minha Vida em projetos de edificação de habitações de interesse social situados em municípios com menos de 50 mil habitantes.


O texto aprovado é um substitutivo apresentado pelo deputado Carlos Marun (PMDB-MS). O projeto original (PL 1722/15), do deputado Hildo Rocha (PMDB-MA), destinava 40% dos recursos do Programa de Subsídio à Habitação de Interesse Social (PSH) para esse mesmo fim.


Em seu parecer, o deputado Carlos Marun explica que o antigo PSH, criado pela Lei 10998/04, foi substituído pelo Minha Casa Minha Vida (Lei 11977/09). Por isso, foi necessária a adequação.


Marun cita uma série de razões pelas quais lamenta a substituição de um programa pelo outro. Entre elas, a menor burocracia, maior agilidade e eficiência no acesso de pequenos municípios aos recursos, no caso do PSH. “O PSH possibilitava um maior envolvimento de pequenas construtoras, resultando em utilização de mão de obra local e em compras no comércio da região, dinamizando assim, a economia regional”, comenta o relator. “Em seis anos de execução, foram construídas mais de 240 mil unidades habitacionais”, contabiliza.


Tramitação
O projeto, que tramita em caráter conclusivo, será analisado ainda pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:

Reportagem – Luiz Gustavo Xavier
Edição - Alexandre Pôrto

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'