19/12/2018 - 17h59

Câmara comemora 18 anos da ONG Programando o Futuro

Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Homenagem aos dezoito anos da ONG Programando o Futuro
Solene para homenagear a ONG, sediada em Valparaíso de Goiás e dedicada à formação de jovens carentes para recondicionar equipamentos eletrônicos

Em homenagem pelos 18 anos da ONG Programando o Futuro, a Câmara dos Deputados realizou sessão solene na última sexta-feira (14), um dia após a data em que se comemora a fundação da ONG.

Sediada em Valparaíso de Goiás, a Programando o Futuro forma jovens carentes para recondicionar equipamentos eletrônicos e de informática. Além disso, a ONG é um centro de reciclagem desses materiais, e fornece computadores e outros implementos para iniciativas de inclusão digital, como bibliotecas e laboratórios de escolas públicas.

Em discurso lido no Plenário, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, destacou que a ONG Programando o Futuro desempenha uma função importante, principalmente na preparação para o mercado de trabalho, com enfoque em inovação tecnológica. “Precisamos considerar a extinção de algumas profissões. Talvez a resposta mais direta a esse problema venha com direcionamento destas pessoas para profissões que ainda não foram criadas”, disse sobre a atuação na ONG.

A solenidade foi requerida pela deputada Erica Kokay (PT-DF), que destacou as atividades desenvolvidas pela ONG com o objetivo de preparar adolescentes para novas profissões que estão surgindo. “Programando o futuro significa transformar o presente”, acrescentou.

Referência Nacional
A Programando o Futuro também é um Centro de Reconhecimento de Computadores (CRC), iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações que recupera materiais eletrônicos para Pontos de Inclusão Digital.

Segundo Alexandre Siqueira Mesquita, coordenador-geral de Articulação do ministério, quando uma nova unidade do programa CRC é implantada no Brasil, os gestores da nova unidade são chamados para conhecer a ONG. “Ela é referência nacional para implantação de outros projetos”, disse.

Mesquita informou que neste ano foram recicladas e recondicionadas 250 toneladas de material eletrônico. “Somente a Programando o Futuro executou 112 toneladas, o que propiciou a implantação e revitalização de mais de 615 pontos de Inclusão Digital no Brasil”, comemorou.

Reportagem - Marcia Torres
Edição - Geórgia Moraes

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'