Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

12/06/2018 - 08h39

Política de redução do uso de agrotóxicos será discutida hoje

A comissão especial que analisa a criação da Política Nacional de Redução de Agrotóxicos realiza hoje uma audiência pública para discutir o assunto, a pedido dos deputados Alessandro Molon (PSB-RJ), presidente do colegiado, e Padre João (PT-MG), Ivan Valente (PSol-SP) e João Daniel (PT-SE).

A criação da Política Nacional de Redução de Agrotóxicos está prevista no Projeto de Lei 6670/16, de autoria da Comissão de Legislação Participativa. O objetivo da proposta é implementar ações que contribuam para a diminuição progressiva do uso de defensivos agrícolas e ampliar a oferta de insumos de origens biológicas e naturais.

Convidados
Foram convidados para o debate:
- a coordenadora do grupo temático Saúde e Ambiente da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), Karen Friedrich;
- a representante da Campanha Nacional contra os Agrotóxicos Franciléia Paula;
- a especialista em Agricultura e Alimentação do Greenpeace Marina Lacôrte;
- o coordenador do Fórum Nacional de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos Ministério Público do Trabalho, Pedro Serafim;
- a representante da Aliança pela Alimentação Adequada e Saudável Ana Paula Bortoletto; e
- o secretário-executivo da Comissão Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica (CNAPO), Rogério Newald.

A audiência está prevista para as 14h30, no plenário 13.

O debate será transmitido pelo WebCâmara.

Íntegra da proposta:

Da Redação - MB

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

Lucas de Souza Ramos | 12/06/2018 - 01h58
Fico imensamente grato pela discussão ser levada ao debate de forma séria, visto que enfrentamos um momento crítico na história da saúde pública e alimentar do Brasil. Os agrotóxicos são inseridos em nossa alimentação por interesses que visam apenas o lucro dos grandes latifundiários e empresários do ramo. Por decisões que contribuam para os pequenos agricultores e pela saúde alimentar da população.