Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

11/10/2017 - 13h08

Comissão aprova destinação, para o SUS, de recursos públicos recuperados pela Justiça

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público aprovou projeto de lei que determina o encaminhamento, para o Sistema Único de Saúde (SUS), de recursos desviados por agentes públicos e recuperados por meio de ações judiciais (PL 2760/15).

A proposta, do deputado Beto Rosado (PP-RN), determina que os recursos sejam depositados em conta vinculada ao SUS e administrada por um conselho curador.

Lúcio Bernardo Junior/Câmara dos Deputados
Audiência pública sobre Saneamento Ambiental Rural em especial os Setores de Água e Esgoto. Dep. Leonardo Monteiro (PT - MG)
Monteiro, designado relator-substituto, adotou na íntegra o parecer de Vicente

Conforme o texto aprovado, a conta deve ser administrada de modo a distribuir os recursos de acordo com a esfera lesada pela ação do agente público, sendo os valores vinculados exclusivamente para investimentos na saúde pública e adicionais aos recursos ordinários dos orçamentos gerais da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios.

O projeto foi aprovado na forma do substitutivo do relator, deputado Marcus Vicente (PP-ES), lido na comissão pelo deputado Leonardo Monteiro (PT-MG). O substitutivo fez apenas ajustes de redação no texto original.

“O Sistema Único de Saúde é um dos setores que mais necessitam de reforço financeiro para enfrentar a demanda cada vez maior. A ausência de recursos para investimentos na saúde pública brasileira muitas vezes é decorrente dos desvios de dinheiro público, então nada mais justo que o dinheiro desviado seja encaminhado para a área da saúde”, justificou Leonardo Monteiro.

Tramitação
O projeto, que tramita em caráter conclusivo, já havia sido aprovado pela Comissão de Seguridade Social e Família, e agora será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:

Reportagem – Wilson Silveira
Edição – Natalia Doederlein

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

Sebastião | 12/10/2017 - 21h58
Muito inteligente esse projeto, estão todos de parabéns pela iniciativa. O SUS é um equipamento importantíssimo para a população mais carente e precisa ser fomentado.