Você está aqui: Página Inicial > Comunicação > Câmara Notícias > Administração Pública > Congresso pode votar PPA e Orçamento na próxima semana
16/12/2011 - 18h26

Congresso pode votar PPA e Orçamento na próxima semana

A semana que antecede o recesso parlamentar será dedicada no Congresso Nacional à votação de propostas orçamentárias. Embora as comissões ainda estejam funcionando, Câmara e Senado não terão sessões próprias do Plenário, para que o Plano Plurianual (PPA) 2012-2015 e o projeto de Orçamento da União para 2012 sejam votados.

O PPA pode ser votado na terça-feira (20), em sessão do Congresso marcada para as 10 horas. Há consenso quanto à votação do plano, que define as prioridades para gastos e investimentos do governo federal nos próximos quatro anos. Os parlamentares acrescentaram R$ 108 bilhões ao texto enviado pelo Poder Executivo, que prevê agora gastos de R$ 5,4 trilhões no período.

O Congresso também poderá votar créditos adicionais ao Orçamento de 2011. Os projetos de abertura de crédito liberam gastos e remanejamentos no orçamento de órgãos do governo que ainda precisam de ajustes nas suas contas antes do final do ano.

Orçamento
No caso do projeto de Orçamento de 2012, o relatório final só será apresentado à Comissão Mista de Orçamento na quarta-feira (21). Caso seja aprovado pela comissão, o relatório poderá ser votado pelo Congresso na quinta-feira (22), e a previsão é de que a sessão ocorra à noite. Esse é o ultimo dia antes do recesso dos parlamentares, considerado o prazo final para a votação do Orçamento.

As negociações para votação da proposta serão intensas. Há demandas tanto da base aliada ao governo quanto da oposição, assim como o pedido pelo reajuste dos servidores do Poder Judiciário e do Ministério Público da União. O relator-geral da proposta orçamentária, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), informou que há R$ 62 bilhões em emendas que precisam ser analisadas, mas já adiantou que nem tudo poderá ser atendido.

No total, os projetos de lei 319/07, 6613/09 e 7749/10 propõem um aumento de R$ 9,9 bilhões nos gastos com pessoal dos órgãos do Judiciário e do MPU. Novos projetos foram apresentados em 2011 (PLs 2197/11, 2198/11 e 2199/11) e atualizam os valores dos projetos anteriores pela inflação deste ano, o que pode elevar essa conta.

Reportagem – Marcello Larcher
Edição – Pierre Triboli

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

Ricardo Acs | 19/12/2011 - 12h46
Será que o piso dos agentes de saúde vai sair do papel ou vai continuar só de promessas
Rose velasco | 17/12/2011 - 10h29
O servidor publico nao pode ser sacrificado, em nome do ajuste fiscal, somos trabalhadores e sofremos com as perdas inflacionarias. O pais precisa de nosso trabalho.
  • Câmara Notícias
    Expediente
    Disque-Câmara: 0800 619 619

Mapa do Portal