21/09/2009 - 17h23

Comissão muda destinação dos recursos das multas ambientais

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável aprovou na quarta-feira (16) mudanças na destinação dos recursos arrecadados com as multas por infração ambiental impostas pela União.

O texto aprovado é o substitutivo do relator, deputado Marcos Montes (DEM-MG), ao Projeto de Lei 4297/08, do deputado Homero Pereira (PR-MT). A proposta altera a Lei de Crimes Ambientais (Lei 9605/98).

Pelo projeto, metade da arrecadação será revertida ao Fundo Nacional de Meio Ambiente (FNMA) e o restante a projetos em unidades de conservação e a ações de educação ambiental.

O substitutivo inclui o licenciamento ambiental, a fiscalização e a gestão do uso e conservação dos recursos hídricos entre as atividades que podem ser financiadas com a arrecadação das multas.

Órgãos ambientais
Atualmente, o FNMA recebe 20% do valor arrecadado, podendo o percentual ser alterado, a critério dos próprios órgãos arrecadadores. A parte maior - 80%, em princípio - fica com os órgãos ambientais federais, que podem usá-la a livre critério.

A política ambiental da União é executada por três órgãos:
- o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que cuida da fiscalização do uso dos recursos naturais e é responsável pelo licenciamento ambiental;
- o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que tem a atribuição de gerir as unidades federais de conservação; e
- a Agência Nacional de Águas (ANA), que responde pela gestão do uso e conservação dos recursos hídricos.

Mais abrangente
O relator Marcos Montes explica que o projeto original, ao focar apenas os projetos em unidades de conservação e as ações de educação ambiental, contempla somente o ICMBio. Já o substitutivo contempla também as atividades do Ibama e da ANA.

As multas aplicadas pelas Capitanias dos Portos, pelo texto aprovado, continuarão a ser revertidas ao Fundo Naval; e as aplicadas pelos órgãos estaduais e municipais de meio ambiente terão sua destinação regulada por leis estaduais e municipais.

Tramitação
A matéria tramita em caráter conclusivo e segue agora para a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Notícias relacionadas:
Comissão rejeita responsabilidade solidária para carvão ilegal
Meio Ambiente aprovou 18 projetos no primeiro semestre
Comissão aprova novas prioridades para fundo de meio ambiente
Projeto destina ao replantio parte de multa por desmatamento
Comissão amplia punições a empresa que cometer infração ambiental
Criminoso ambiental pode ser obrigado a recuperar área degradada
Arquivado projeto que permitia conversão de multa ambiental
Comissão aprova critérios para cálculo de multa ambiental
Proposta prevê alternativas a multas ambientais

Reportagem - Luiz Claudio Pinheiro
Edição - Newton Araújo


(Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura `Agência Câmara`)

Agência Câmara
Tel. (61) 3216.1851/3216.1852
Fax. (61) 3216.1856
E-mail:agencia@camara.gov.br


A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'