Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

13/08/2018 - 09h01

Parlamentares discutem instalação da CPI sobre vazamento de rejeitos de mineração em Barcarena

THIAGO GOMES / AG PARÁ
Técnicos ambientais analisam água após vazamento de rejeitos de mineração em Barcarena, no Pará
Em fevereiro, a mineradora Hydro Alunorte admitiu a parlamentares a existência de duto clandestino em Barcarena. A região foi alvo de vazamento de rejeitos de bauxita

Parlamentares e movimentos sociais reúnem-se nesta manhã para discutir a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) criada pela Câmara dos Deputados para investigar o vazamento das bacias de rejeitos de mineração no município de Barcarena, no Pará.

Aprovada no início de julho, a criação da CPI foi pedida por quatro deputados paraenses: Arnaldo Jordy (PPS), Edmilson Rodrigues (Psol), Delegado Éder Mauro (PSD ) e Elcione Barbalho (MDB).

Foram convidados para a reunião representantes da Frente Parlamentar Ambientalista, do Movimento pela Soberania Popular na Mineração (MAM), do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), da organização não-governamental ambientalista WWF, do Greenpeace, do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST), do Instituto Socioambiental (ISA), da Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas (Conaq) e da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib).

Hora e local
A reunião será realizada às 9h30, na sala de reuniões da liderança do Psol.

Da Redação - RS

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'