Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

13/03/2018 - 18h44

Deputados apresentam pauta prioritária sobre segurança pública

Deputados integrantes do grupo de trabalho destinado a receber propostas de parlamentares sobre segurança pública apresentaram nesta terça-feira (13) as prioridades de suas bancadas. O coordenador do grupo, deputado Alberto Fraga (DEM-DF), informou que levará as propostas mais relevantes à presidência da Câmara para que sejam apreciadas com prioridade. 

Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Grande Expediente - Dep. Alberto Fraga (DEM-DF)
Coordenador do grupo, deputado Alberto Fraga

Um dos projetos apresentados pelo deputado Davidson Magalhães (PCdoB-BA) trata da escolta durante o transporte de explosivos, bem como de regras para produção, estoque e uso do produto (PL 7447/17). "O uso de explosivos tem aumentado, principalmente em roubos a caixas eletrônicos. Recentemente, na cidade de Eunápolis, no interior da Bahia, houve inclusive a explosão da instituição bancária ", citou Magalhães.

O deputado Júlio Lopes (PP-RJ) quer priorizar a proposta que regulamenta o mandado de busca coletivo. Segundo ele, a proposta é um desejo das populações das comunidades do Rio de Janeiro que vivem sob o domínio de traficantes (PL 9312/17). "Se acompanhados pelo Ministério público e pela Defensoria Pública, mandados de busca coletivos vão beneficiar muito a população oprimida. Hoje, as pessoas são obrigadas a guardar arsenais nas suas casas sem que queiram; são obrigadas a dar proteção ao tráfico e às milícias sem que queiram. Elas querem sofrer um mandado de busca coletivo para que elas possam se livrar do jugo dessas quadrilhas e desses criminosos", justificou.

Entre as propostas apresentadas pelos deputados do grupo de trabalho também estão mudanças no sistema prisional; a apreciação das leis orgânicas das polícias militares e civil; e modificações na lei antiterrorismo, entre outras. O grupo de trabalho sobre segurança pública voltará a se reunir na próxima terça-feira (20).

Íntegra da proposta:

Reportagem - Mônica Thaty
Edição - Geórgia Moraes

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

jose caetano | 26/03/2018 - 11h47
Estamos prestes á contemplar um plano de sistema único de segurança, porém, vendo o projeto, não se fala em valorização do policial. Então como querem que nossa segurança pública , tenha dimensão de melhoria?, sem valorização desses profissionais, não se tem segurança de qualidade; cadê os deputados que são da área policial? não criam projetos de valorização do policial,porque não desenterra ás pecs que modernizam ás policias?, tem a pec 51 e outras que realmente cria um sistema justo e valorizas o policial que galga sua carreira ate o topo.
JOEL PIRES MARQUES | 14/03/2018 - 17h08
Às Guardas Municipais, a aprovação da PEC 534/2002.
VAULDIR COSTA ANUNCIATO | 14/03/2018 - 16h02
OS DEPUTADOS PRECISAM OBEDECER AO REGIMENTO DO PRÓPRIO CONGRESSO E VOTAR O SEGUNDO TURNO DA PEC 300/446 DO PISO NACIONAL DAS POLICIAS ESTADUAIS.PERDERAM O BONDE...QUEM VAI SE APROVEITAR AGORA DESSE MOMENTO SÃO OS CANDIDATOS MILITARES E A CASTA POLÍTICA ATUAL SERÁ RESÍDUO DEVASSADO E SEM DÓ...CAVUCARAM BURACO ENTRARAM DENTRO .