Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

07/12/2017 - 14h37

Partidos entram com representação no Conselho de Ética contra o deputado Lúcio Vieira Lima

O Psol e a Rede Sustentabilidade entraram nesta quinta-feira (7) com representação no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar contra o deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA) por supostos crimes de lavagem de dinheiro, associação criminosa e peculato.

A representação pede a cassação do mandato do parlamentar por quebra de decoro. De acordo com o texto, Lúcio Vieira Lima é um dos denunciados pelo crime de lavagem de dinheiro cometido mediante a ocultação, em um apartamento em Salvador, de R$ 51 milhões atribuídos ao ex-ministro e ex-deputado Geddel Vieira Lima, irmão do parlamentar.

O líder do Psol, deputado Glauber Braga (RJ), afirmou que não houve explicações sobre as acusações e que agora o parlamentar poderá se defender. Questionado por jornalistas nesta manhã, Lúcio Vieira Lima disse que só se manifestará nos autos.

Após a instauração do processo no Conselho de Ética, o presidente do colegiado, deputado Elmar Nascimento (DEM-BA), designará um relator, que apresentará parecer pela aceitação ou não de abertura de investigação, antes mesmo de ouvir a defesa. Esse parecer terá de ser votado em até 90 dias.

Reportagem - Luiz Gustavo Xavier
Edição - Ralph Machado

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'