Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

25/03/2008 - 14h18

Congresso vai legislar para ajudar portos, diz Chinaglia

O presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia, afirmou nesta terça-feira, na abertura do Seminário Legislativo de Portos, Integração Multimodal e Comércio Exterior, que o Congresso Nacional estará atento para promover as mudanças necessárias na lei a fim de assegurar os investimentos e a reestruturação dos portos e da indústria de construção naval brasileira.

O seminário é uma promoção conjunta da Câmara, do Senado e do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit), órgão do Ministério dos Transportes. O evento foi organizado pelo deputado Edinho Bez (PMDB-SC) e está sendo realizado no auditório Petrônio Portela, no Senado. A iniciativa é uma homenagem aos 200 anos da abertura dos portos brasileiros ao comércio internacional, motivada pela vinda da família real portuguesa para o Brasil.

Prioridade
Chinaglia afirmou em seu discurso que o crescimento econômico duradouro depende de investimentos para diversificar o sistema de transporte do País, especialmente com a ampliação dos portos e das ferrovias. O presidente da Câmara lembrou que foi do presidente Lula a iniciativa de criar a Secretaria Especial de Portos e incluir o setor portuário entre as prioridades do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). "Os portos e as ferrovias estão voltando a ser prioridade, depois de cerca de 50 anos de predominância absoluta do transporte rodoviário", afirmou Chinaglia.

O presidente do Senado, Garibaldi Alves Filho, que também esteve presente ao evento, disse que a melhoria dos portos é um dos principais desafios do Brasil no momento, pois é fundamental para o desenvolvimento econômico. No mesmo sentido, o deputado Edinho Bez disse que a reestruturação portuária e da infra-estrutura dos transportes em geral é uma condição para que o País possa continuar crescendo acima de 5%.

Comendas
Também participaram da abertura do seminário, nesta terça-feira, o ministro da Secretaria Especial de Portos, Pedro Brito; o ministro interino do Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio, Ivan Ramalho; o representante do comando da Marinha, almirante Nei Zanela; o representante da embaixada de Portugal, diplomata Adriano Jordão; o príncipe imperial D. Bertrand de Orleans e Bragança; o chefe da Casa Imperial, D. Luís Gastão de Orleans e Bragança; o diretor conselheiro da Casa Brasil, Marcos Prado Troyo; e o presidente da Sociedade Brasileira de Heráldica, grão-mestre D. Galdino Cuchiaro, entre outras autoridades.

Durante o evento, os presidentes Chinaglia e Garibaldi, assim como o deputado Edinho Bez, foram agraciados com a comenda Grã-Cruz da Ordem do Mérito do Descobridor Pedro Alvares de Cabral.

Reportagem - Luiz Claudio Pinheiro
Edição - Natalia Doederlein


(Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura `Agência Câmara`)

Agência Câmara
Tel. (61) 3216.1851/3216.1852
Fax. (61) 3216.1856
E-mail:agencia@camara.gov.br


A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'